Conmebol repassa 79 milhões de dólares a seus associados para enfrentar Covid-19

Em meio a crise vivida diante do coronavírus, a Entidade está buscando alternativas para manter a situação estável

Alejandro Domínguez, presidente da ConmebolAlejandro Domínguez, presidente da Conmebol - Foto: FRANCK FIFE / AFP

A Conmebol distribuiu 65 milhões de dólares para os clubes que disputam a Copa Libertadores e a Sul-Americana em 2020 e outros 14 milhões para suas federações associadas devido à crise econômica causada pela paralisação do futebol por causa da pandemia de Covid-19.

"Na Conmebol, ficamos em casa, mas continuamos trabalhando para o futebol sul-americano", disse o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, nesta quarta-feira, citando as medidas que foram tomadas para aliviar a crise causada pela crise do coronavírus.

A Copa Libertadores estava em plena disputa da fase de grupos, quando precisou ser suspensa em meados de março, enquanto a Copa Sul-Americana já havia completado sua primeira rodada e a segunda rodada estava marcada para meados de maio. Em conjunto com a Fifa, a Conmebol também disponibilizou para suas 10 associações a soma de 14 milhões para pagamento de salários.

"A saúde e a vida humana são uma prioridade neste momento de pandemia. O futebol deve esperar. Para que quando volte, possamos estar saudáveis e todos juntos", disse Domínguez.

Leia também:
Brasil x Bolívia, na Arena PE, pode ser disputado dia 4 de setembro, diz Conmebol
Conmebol pede à Fifa fundo global de ajuda contra crise do coronavírus


Por meio de sua comissão médica e dos profissionais de suas associações, a Conmebol desenvolveu um protocolo médico para a prevenção da Covid-19, respeitando as medidas sanitárias, com vistas à retomada do futebol na América do Sul.

Veja também

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci
Pandemia

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci

Mais 2,1 milhões de doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Covid-19

Mais 2,1 milhões de doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil