Construção de novo campus do IFPE começará em fevereiro

A solenidade de assinatura da ordem de serviço será realizada nesta quinta-feira (25), no Centro Cultural Miguel Arraes, Prazeres, às 16h

Instituto Federal de Pernambuco (IFPE)Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A construção da sede definitiva do Campus Jaboatão dos Guararapes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) está prevista para começar em fevereiro. A solenidade de assinatura da ordem de serviço acontece nesta quinta-feira (25), no Centro Cultural Miguel Arraes, Prazeres, às 16h. A cerimônia também anunciará a liberação de recursos orçamentários previamente autorizados destinado para os campus de Igarassu e Palmares.

Leia também:
IFPE terá sede definitiva do campus Paulista
MEC assina liberação de recursos para novo campus do IFPE

A obra, orçada em R$10.718.477,10, terá o prazo de 14 meses para ficar pronta. A nova sede contará com uma estrutura de 16 salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditório, passarelas, bloco administrativo, área de convivência, guarita e estacionamento. Com isso, aumentará o número de estudantes atendidos, que atualmente no local provisório são 780 estudantes, e com a construção esse número aumentará para 1.200.

A sede terá a capacidade de acolher 1.200 estudantes, com a estrutura de 16 salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditório, passarelas, bloco administrativo, área de convivência, guarita e estacionamento. R$17.616.588,12 e, após a licitação, será construído na Rodovia BR 101 Norte, s/n, KM 29, Bairro Engenho Umbu, em Igarassu.

O campus de Palmares foi orçado em R$18.073.164,51. A construção será feita na Rodovia BR 101 Sul, s/n, KM 117, no bairro Campus Universitário, em Palmares.

Veja também

Astronauta estadunidense vota do espaço
Eleições EUA

Astronauta estadunidense vota do espaço

GOL e Cobasi fazem ação conjunta para quem viajar com animais de estimação
Folha Pet

GOL e Cobasi fazem ação conjunta para quem viajar com animais de estimação