Coral indígena no litoral carioca atrai novos turistas para a região

Contato com a natureza e educação ambiental se misturam com a beleza de Angra

Angra dos ReisAngra dos Reis - Foto: Divulgação

Entres os points do litoral carioca está a famosa cidade de Angra dos Reis. O município, composto por 365 ilhas, sendo a mais famosa a Ilha Grande, é conhecido como um dos lugares mais frequentados pelos famosos que buscam tranquilidade e contato com a natureza.

As praias de águas cristalinas e areias claras, com certeza, são um atrativo e tanto. Mas na zona rural da cidade, um outro tipo de atividade tem chamado a atenção dos turistas. É a apresentação de um coral formado por crianças de uma reserva indígena.

O chamado Coral das Crianças se apresenta em um sítio de lazer infantil localizado a meia hora do Centro de Angra. Quem pretende viajar de Cometa do Rio para Angra, por exemplo, pode aproveitar para conhecer melhor essa novidade.

Um pouco mais sobre Angra
O município de Angra dos Reis fica localizado ao sul do estado do Rio de Janeiro, tornando-se colônia portuguesa a partir de 1556. Atualmente, a cidade possui vários edifícios tombados pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), além de possuir uma vasta arquitetura colonial.

Na parte de terra firme, os maiores atrativos para os turistas que visitam a região são o Centro Histórico, com seus conventos e igrejas, bem como os restaurantes da Vila do Frade.

Nas ilhas, a diversão fica por conta dos passeios de lanchas e iates, bem como as idas às belíssimas praias da região. Para quem deseja fazer um mergulho nessas águas e conhecer um pouco mais da vida marinha, com certeza, está no lugar certo.

Coral indígena infantil atrai turistas
É no sítio Recanto do Pontal que os pequenos indígenas do Coral das Crianças têm se apresentado, encantando os visitantes do camping. O sítio, que é um espaço de lazer com atividades voltadas para o público infantil, recebe com frequência o grupo.

O coral, comandado por Algemiro da Silva, o Karai Mirim, de 56 anos, é formado por, mais ou menos, 20 crianças que fazem apresentações frequentes no sítio e, algumas vezes, no centro da cidade de Angra.

Nas apresentações, são entoados e dançados cantos que evocam a espiritualidade ancestral indígena, bem como o respeito e o cuidado à natureza. Por fim, são oferecidos almoços com comidas típicas da culinária regional. Um programa de verdadeira riqueza cultural tanto para crianças quanto para adultos.
Indígenas vivem em reserva florestal
Os indígenas de Angra dos Reis vivem em uma reserva florestal situada na área rural da cidade. A etnia Guarani-Mbya segue isolada do resto do município, preservando costumes e tradições.

Um deles é a comunicação por meio da língua nativa até os 12 anos de idade. Só depois disso é que os pequenos indígenas passam a falar o português. A aldeia possui uma pequena escola que garante o aprendizado de mais ou menos 400 pessoas.

Além das apresentações do coral infantil, uma outra fonte de renda para a população indígena de Angra dos Reis é a venda de artesanatos. Tais objetos, produzidos principalmente pelas mulheres da aldeia, são vendidos no centro da cidade durante os finais de semana.

Praias para todos os gostos
Quem visita Angra dos Reis não pode deixar de conhecer pelo menos algumas de suas ilhas. A maior delas e também uma das mais famosas é Ilha Grande. Lá, é possível passear pelas lindas praias e ainda fazer trilhas, aproveitando o máximo da natureza local.

Se você busca uma praia menos movimentada, vai adorar Araçatiba, que fica a meia hora de barco da cidade. Lá, o atrativo é fazer mergulhos, além de aproveitar para pegar um bronze e fazer boas caminhadas pela areia.

Na Ilha da Gipoia, uma indicação é a Praia do Dentista. Aqui, a mistura entre vegetação de Mata Atlântica com as águas azuladas e calmas torna-se um super atrativo para quem viaja com a família. Já quem curte pegar uma onda, as praias de Fora e Brava são as melhores sugestões.

Veja também

Navegue na edição digital da Folha Mais deste fim de semana
Impresso

Navegue na edição digital da Folha Mais deste fim de semana

Além da preparação para provas, Enem vai exigir medidas de prevenção contra o novo coronavírus
Enem

Além da preparação para provas, Enem vai exigir medidas de prevenção contra o novo coronavírus