Coreia do Sul aprova uso do antiviral remdesivir contra o coronavírus

A Europa examina a possibilidade de fazer o mesmo

Remédio foi verificado em um minucioso estudo americanoRemédio foi verificado em um minucioso estudo americano - Foto: Ulrich Perrey / POOL / AFP

A Coreia do Sul autorizou nesta quarta-feira (3) o uso do antiviral remdesivir para tratar os pacientes de coronavírus. De acordo com uma pesquisa do governo sul-coreano, o remdesivir é "clinicamente significativo" para reduzir o tempo de recuperação dos pacientes, informou o ministério da Segurança Alimentar e Médica.

O governo vai colaborar com a empresa Gilead Sciences para importar o medicamento, mas não informou o preço nem as quantidades. O governo dos Estados Unidos autorizou o uso do remdesivir em maio, assim como o Japão. A Europa examina a possibilidade de fazer o mesmo.

A Coreia do Sul foi um dos primeiros países, depois da China, afetados pela Covid-19, mas controlou a epidemia com medidas rígidas e graças à colaboração da população. O país tem 11.590 casos confirmados e 273 mortos. Mais de 800 pacientes permanecem em tratamento ou observação.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Brasil tem 20.503 casos e 464 mortes pela Covid-19 em 24 horas
Boletim nacional

Brasil já acumula quase 20 milhões de diagnósticos e 556.834 mortes pela Covid-19

Pernambuco registra 643 novos casos e 24 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24 horas
Coronavírus

Pernambuco já totaliza 18.808 mortes pela Covid-19