Corpo de última vítima é encontrado pelos bombeiros em Muzema

Assim, o desabamento dos dos prédios causaram 23 mortos. Corpo resgatado é de uma mulher

Desabamento de prédios na Muzema deixou mais de 20 mortosDesabamento de prédios na Muzema deixou mais de 20 mortos - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Os bombeiros encontraram o corpo da última vítima considerada desaparecida nos escombros da tragédia em Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro, por volta da meia-noite deste domingo (21).

A identidade ainda não foi confirmada, mas, segundo o Corpo de Bombeiros, trata-se de uma mulher.

Com isso, chegou a 23 o número de mortos na queda de dois prédios ocorrida há nove dias, na sexta-feira (12). Na tarde deste sábado (20), foram resgatados os corpos de dois meninos.

Leia também:
Muzema: Justiça decreta a prisão de três pessoas
'Escavei com as mãos', conta sobrevivente do desabamento em Muzema (RJ)

O desabamento de dois prédios no condomínio Figueiras de Itanhangá também teve oito feridos, sendo que três deles continuam internados em hospitais do Rio de Janeiro.
Nesta sexta (19), a Justiça determinou a prisão de três pessoas consideradas culpadas pelas construções que desabaram na Muzema.

Os edifícios eram considerados irregulares, e 16 tiveram ordem de interdição e serão demolidos, informou a prefeitura. A região de Muzema está no controle de milícias. Os milicianos atuam na grilagem de terras na região.

Veja também

UE pede 'transparência' a empresas sobre atrasos de vacinas anticovid
Vacinas

UE pede 'transparência' a empresas sobre atrasos de vacinas anticovid

Perfil conciliatório de Biden pode atrasar resposta à pandemia de Covid
EUA

Perfil conciliatório de Biden pode atrasar resposta à pandemia de Covid