Covid-19: Brasil registra mais de 11 mil casos e 807 novas mortes

País se aproxima dos 400 mil infectados pelo novo coronavírus

Número de sepultamentos no Brasil aumentou nos últimos mesesNúmero de sepultamentos no Brasil aumentou nos últimos meses - Foto: Nelson Almeida/AFP

O Brasil notificou, nesta segunda-feira (25), 11.687 novos casos diagnosticados de infecção pelo novo coronavírus, além de mais 807 mortes em decorrência da doença. Com isso, o País passa a somar 374.898 pessoas já expostas ao Sars-CoV-2, das quais 23.473 são vítimas fatais. Os dados são do Ministério da Saúde.

Os óbitos, embora menores do que os dos últimos dias, representam um aumento significativo no “padrão” visto às segundas-feiras, quando geralmente há uma diminuição nos registros por conta do final de semana, quando alguns estados têm redução da jornada nos laboratórios. Nas três segundas anteriores em maio, os registros foram: 6.633 casos e 296 mortes, em 4 de maio; 5.632 casos e 396 mortes, em 11 de maio; e 13.140 casos e 674 mortes, em 18 de maio.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA), o Brasil continua sendo o segundo país com mais casos da Covid-19. Em números absolutos, fica atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 1,6 milhão de casos. No fim de semana, foram 965 novas mortes no sábado e 653 no domingo.

O recorde diário de mortes é da última quinta-feira (21), quando o País anotou 1.188 novas mortes em um só dia. Em número de vítimas fatais, o Brasil é o sexto país mais afetado. As cinco primeiras nações com mais mortes são EUA (98 mil), Reino Unido (36 mil), Itália (32 mil), França (28 mil) e Espanha (26 mil). 

Boletim do Ministério da Saúde do dia 25 de maio

Boletim do Ministério da Saúde do dia 25 de maio - Crédito: Divulgação/Ministério da Saúde

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Entregadores de delivery fazem novo protesto por melhores taxas e pedem vacina
Manifestação

Entregadores de delivery fazem novo protesto por melhores taxas e pedem vacina

Paulista terá cinco pontos para vacinação de idosos acima dos 60 anos neste sábado (17)
Coronavírus

Paulista terá cinco pontos para vacinação de idosos acima dos 60 anos neste sábado (17)