Covid-19: Paulo Câmara prorroga medidas restritivas em Pernambuco

O fechamento do comércio e serviços foi prorrogado até o dia 15 de maio e das escolas até o fim do mês de maio

Governador Paulo Câmara Governador Paulo Câmara  - Foto: Divulgação

O governador Paulo Câmara prorrogou nesta quinta-feira (30) a quarentena em Fernando de Noronha até o dia dez de maio, a suspensão das atividades econômicas até o dia 15 de maio e o reinício das aulas nas escolas, universidades e demais estabelecimentos de ensino, público e privado até o dia 31 do próximo mês , em todo o Estado de Pernambuco. O Decreto Nº 48.983 assinado nesta quinta, também continua proibindo o acesso e a prática de atividades nos parques e praias e nos calçadões das avenidas situadas nas faixas de beira-mar e beira-rio.

No documento, o Governo modifica o Decreto nº 48.809, de 14 de março de 2020 e passa a permitir o funcionamento das lojas de material de informática, por meio de entrega em domicílio ou como ponto de coleta. Os serviços de assistência técnica de eletrodomésticos e equipamentos de informática também estão liberados.

Já o acesso às praias e aos calçadões das avenidas situadas nas faixas de beira-mar e de beira-rio, e aos parques localizados no Estado de Pernambuco, para prática de qualquer atividade permanece proibido até o dia 15 de maio.

Leia também:
Pernambuco registra 682 novos infectados e 27 mortes pela Covid-19 em 24h
Profissionais da Saúde de Pernambuco terão suporte psicológico


“Nosso governo tem compromisso com as pessoas. É o que se espera de um governo: humanidade, respeito, coragem para fazer o que precisa ser feito. Toda ação tem consequências. O isolamento social, por mais um tempo, também traz perdas. Mas diminui as perdas irrecuperáveis, que são as vidas humanas”, enfatizou Paulo Câmara.

Os serviços e atividades considerados essenciais permanecem funcionando, dentro dos limites previstos nos Decretos. Estão enquadrados nessa categoria supermercados, padarias, mercados, lojas de conveniência, feiras livres, lojas de defensivos e insumos agrícolas, farmácias e estabelecimentos de produtos médico-hospitalares, postos de gasolina, bancos e serviços financeiros, inclusive lotéricas, casas de ração animal e depósitos de gás, entre outros.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Lei de cotas para pessoas com deficiência completa 30 anos
INCLUSÃO

Lei de cotas para pessoas com deficiência completa 30 anos

Briga entre KondZilla e Brasil Paralelo escancara a guerra cultural sob Jair Bolsonaro
Cultura

Briga entre KondZilla e Brasil Paralelo escancara a guerra cultural sob Jair Bolsonaro