Pandemia

Covid-19: Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus

Capital amazonense enfrenta dificuldades para atender pacientes

O estado enfrenta uma explosão de casos da Covid-19 e a falta de respiradores nos hospitaisO estado enfrenta uma explosão de casos da Covid-19 e a falta de respiradores nos hospitais - Foto: Michael Dantas/AFP

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (15) que está recrutando 2,5 mil profissionais de saúde para auxiliar no atendimento a pacientes da Covid-19 em Manaus. Com o avanço da pandemia, a capital amazonense enfrenta  dificuldades nos serviços da rede pública de saúde.

Segundo a última atualização do ministério, já foram recrutados para trabalhar em Manaus 198 médicos, 562 enfermeiros, 1.212 técnicos de enfermagem, 313 fisioterapeutas e 253 farmacêuticos.

A Agência Brasil entrou em contato com o ministério para saber quantos destes profissionais já estão atuando na capital, mas ainda não obteve resposta.

 

A Justiça Federal no Amazonas determinou nesta sexta-feira (15) que os governos do estado e federal apresentem um plano para solucionar a falta do oxigênio, que é usado no atendimento a pacientes, especialmente da Covid-19.

O governo amazonense informou nesta sexta-feira que vai transferir 235 pacientes para sete estados e para o Distrito Federal diante da impossibilidade de garantir atendimento.

Veja também

Vacinação de idosos de 80 a 84 anos tem fila de duas horas e sensação de alívio em SP
Vacinação

Vacinação de idosos de 80 a 84 anos tem fila de duas horas e sensação de alívio em SP

STF concede domiciliar a empresário preso em operação contra Crivella
Justiça

STF concede domiciliar a empresário preso em operação contra Crivella