Pedido

CRESS-PE solicita a inclusão de assistentes sociais no Plano de Vacinação contra a Covid-19

Em documento enviado à SES, o conselho reitera a importância da classe para a manutenção da saúde pública

Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Garanhuns realizando ações durante pandemia da Covid-19Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Garanhuns realizando ações durante pandemia da Covid-19 - Foto: Divulgação

O Conselho Regional de Serviço Social da 4ª Região (CRESS-PE) encaminhou, nesta sexta-feira (22), ofício para a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) solicitando que o Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 em Pernambuco considere os assistentes sociais como grupo prioritário, em nível municipal e estadual.
 
O documento destaca a categoria como grupo fundamental no enfrentamento à doença, assim como para a manutenção da ordem pública, atuando junto a grupos de risco não apenas nos serviços de  saúde, mas também nas unidades e serviços de assistência social, onde atende a populações em situação de vulnerabilidade social. 

 
Confira o ofício na íntegra: 
 
"Recife, 22 de janeiro de 2021.
 
Ao Ilustríssimo Senhor André Longo Araújo de Melo
Secretário de Saúde do Estado de Pernambuco
 
O Conselho Regional de Serviço Social de Pernambuco – CRESS 4ª Região, vem respeitosamente solicitar que o Plano de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19 em Pernambuco considere as/os assistentes sociais, atuantes em todos os serviços de saúde, assim como na política de assistência social e nas demais políticas nas quais atuam, como grupos prioritários nos níveis municipal e estadual, respectivamente. 
 
Vale ressaltar que consideramos de fundamental importância a garantia da transparência, organização e respeito aos grupos prioritários nos planos municipais e estaduais de vacinação com base nos critérios científicos, epidemiológicos e sociais, incorporando as demandas dos mais diversos segmentos de trabalhadores/as. 
 
Enfatizamos que as/os assistentes sociais, no contexto da pandemia da Covid-19, mantiveram suas atividades profissionais nas redes de Saúde e de Assistência Social de Pernambuco, em conformidade com a Lei Federal nº 14.023, de 8 de julho de 2020, a qual os insere um rol de profissionais consideradas/os essenciais ao controle de doenças e à manutenção da ordem pública. 


Desta forma a/o assistente social tem se configurado como profissional de fundamental importância no tocante às orientações à população e na disseminação de informações, por meio de fontes seguras, contribuindo para não propagar um clima de terror em tempos tão desafiadores, estando diretamente expostas/os a agentes nocivos à saúde em todos os seus espaços socio-ocupacionais. 
 
Por fim, tal como o Conselho Federal de Serviço Social – CFESS, consideramos a garantia da vacinação para toda a população um dever ético! Por isso, reafirmamos a defesa do Sistema Único de Saúde – SUS, tendo em vista que o acesso universal, público e gratuito à vacinação hoje apresenta-se como meio fundamental de redução e controle do contágio pela doença e prevenção de novos óbitos. 
 
Sem mais a tratar, renovamos nossos votos de estima e consideração."

 

Veja também

Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI
Coronavírus

Saúde autoriza recursos para 3,2 mil leitos de UTI

Joe Biden promete vacinas eficazes para todos os adultos nos EUA antes do final de maio
Vacina

Joe Biden promete vacinas eficazes para todos os adultos nos EUA antes do final de maio