Criminosos explodem caixas eletrônicos do Centro de Convenções

Ação ocorreu por volta das 3h30. Os terminais do banco Bradesco ficaram completamente destruídos

Explosão de caixa eletrônico no Centro de ConvençõesExplosão de caixa eletrônico no Centro de Convenções - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Três caixas eletrônicos instalados no Centro de Convenções de Pernambuco, no Complexo de Salgadinho, em Olinda, no Grande Recife, foram explodidos por criminosos na madrugada desta quarta-feira (23).

De acordo com a polícia,  cerca de dez homens portando armas de cano longo, provavelmente fuzis, chegaram ao local por volta das 3h30. Eles renderam um dos vigilantes, roubaram sua arma, e usaram explosivos para abrir dois terminais de autoatendimento do Bradesco e um do Banco do Brasil, mas apenas este foi explodido. 

Os outros nove vigilantes perceberam que não poderiam entrar em combate porque portavam armas de calibre 38, inferiores às dos bandidos, e fugiram para pedir ajuda. A ação durou cerca de 10 minutos. Faltou energia na localidade pouco antes, mas o Centro de Convenções possui gerador.

De acordo com o delegado de Repressão aos Roubos e Furtos, Vinicius Notari, as imagens da localidade foram solicitadas ao Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods), assim como as imagens das câmeras de entrada do Centro. Segundo ele, as investigações não serão fáceis, mas o Estado possui sete equipes para esse tipo de ação.

Outro obstáculo para que esse tipo de crime pare de acontecer é que muitas máquinas de autoatendimento ainda não possuem o dispositivo que tinge as notas quando o equipamento é destruído. “Se houvesse um pouco mais de investimento nessas máquinas, as ações diminuiriam.” O caixa do Banco do Brasil que foi explodido no Centro de Convenções não possuía. 

Os terminais ficaram completamente destruídos. A explosão ocorreu nos caixas que ficam perto de uma das bilheterias, na entrada dos teatros. Pedaços do equipamento ficaram espalhados pela área, assim como algumas notas de R$ 10.

Veja também

Einstein desativa mais da metade dos leitos de Covid-19, que voltam a tratar demais doenças
Coronavírus

Einstein desativa mais da metade dos leitos de Covid-19, que voltam a tratar demais doenças

Se o desmate crescer mais, Brasil terá problemas de exportação e imagem, diz embaixador britânico
Entrevista

Se o desmate crescer mais, Brasil terá problemas de exportação e imagem, diz embaixador britânico