Criminosos praticam ataques em série em Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco

Caixas eletrônicos de dois bancos foram explodidos. Assaltantes também efetuaram disparos em unidades da polícia e arrombaram lojas

Vereador do Recife, Ivan Moraes Filho participou de Dia Nacional de Paralisação contra a Reforma da PrevidênciaVereador do Recife, Ivan Moraes Filho participou de Dia Nacional de Paralisação contra a Reforma da Previdência - Foto: Leo Motta/Folha de Pernambuco

Cerca de 30 homens realizaram ataques em série no município de Barreiros, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. De acordo com a polícia, os assaltantes chegaram em vários carros e se dividiram para realizar uma série de ataques.

Alguns deles efetuaram disparos de armas de grosso calibre a unidades da polícia e arrombaram duas lojas de telefonia móvel e uma de cosméticos, ao lado da prefeitura da cidade. Outros explodiram o cofre interno da Caixa Econômica Federal e tentaram explodir cinco dos sete caixas eletrônicos do Bradesco, mas sem êxito. As duas agências estão localizadas no centro da cidade.

A ação criminosa começou por volta das 3h. Imagens de um carro queimado fechando uma das vias de acesso a Barreiros foi disponibilizada pela Polícia Federal. Peritos foram até o local colher indícios que ajudem na identificação dos criminosos.

Além disso, durante a ação o grupo pessoas reféns. "Algumas delas foram obrigadas a deitar no chão, outras algemadas e eles também fizeram um cordão de isolamento com os reféns", comentou o tenente Alexandre Menezes do 10° Batalhão da Polícia Militar.

Para impedir o acesso, o grupo colocou grampos, troncos de árvores e veículos incendiados nas entradas da cidade. O motorista Clecio Barreto, que presta serviço para as duas lojas de telefonia arrombadas, comentou a situação encontrada: " As lojas estão totalmente destruídas. Inclusive, em uma delas acredito que eles deram marcha ré no carro e arrombaram a loja. A outra tudo indica que foi com pé de cabra que conseguiram ter acesso. O prejuízo ainda não foi calculado, mas eles levaram aparelhos celulares, caixas de som e assessórios".

Mais de 40 policiais militares, além do reforço do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI) e da Companhia Independente de Operações Especiais CIOE, foram acionados para checar a possibilidade de explosivos na Caixa Econômica Federal. Eles realizam buscas na região. Um dos carros utilizados na ação foi recuperado pela polícia. Dentro dele foram encontradas uma alavanca, motosserra e rádios de comunicação.

Veja também

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado
meio ambiente

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana
Mariana

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana