Crivella: casos no Rio são 15% do número real, e pode passar dos 4 mil

Até este sábado (28) a cidade do Rio de Janeiro tinha 489 casos confirmados do novo coronavírus e nove óbitos

Prefeito do Rio Marcelo CrivellaPrefeito do Rio Marcelo Crivella - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Até este sábado (28), a cidade do Rio de Janeiro já tinha 489 casos confirmados do novo coronavírus, com nove óbitos. E o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) disse, em entrevista na manhã deste domingo (29), que o número na cidade está subnotificado e deve representar apenas 15% da realidade.

"Temos subnotificações. Os casos confirmados são 15% da realidade, segundo o governo, porque não temos testes", disse Crivella. "Estamos vivendo um momento difícil, que é a explosão dos casos. Sobretudo idosos com comorbidades", acrescentou o prefeito.

A prefeitura trabalha com a hipótese de que existam 4.471 casos prováveis do novo coronavírus no município até este sábado, data em que a ultima atualização foi divulgada. Apenas 16 pessoas tiveram alta, de acordo com o Painel Rio Covid-19. Para evitar um aumento do número de casos, o Rio liberou o sambódromo para moradores de rua. De acordo com Crivella, 140 pessoas já foram acolhidas. A cidade também tenta colocar idosos de comunidades em hotéis, mas apenas um utilizou o serviço.

Leia também:
Medidas de isolamento social no Rio de Janeiro vão ser prorrogadas por 15 dias
Crivella amplia fechamento de escolas por mais 15 dias no Rio
Cidade do Rio de Janeiro decreta situação de emergência


"Faço um apelo aos idosos das comunidades, aqueles que estão bem de saúde mas que tiveram comorbidades e, se pegarem a doença, terão problema, então se puderem passem os próximos 20 dias conosco. Os hotéis são espetaculares, têm internet, vocês podem falar com a família, t6Em café da manhã e assistência da saúde", disse Crivella.


 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Médicos são os primeiros vacinados com a dose de Oxford no Brasil
VACINAÇÃO

Médicos são os primeiros vacinados com a dose de Oxford no Brasil

Primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegam a Pernambuco neste domingo
VACINAÇÃO

Primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegam a Pernambuco neste domingo