ENEM 2021

Cronograma de estudos é ferramenta indispensável na preparação para o Enem; saiba como montar o seu

Definir os dias e conteúdos, estabelecer metas e cumpri-las proporciona melhora no rendimento do estudante

Cronograma de estudos é aliado indispensável do estudante que se prepara para o EnemCronograma de estudos é aliado indispensável do estudante que se prepara para o Enem - Foto: Cortesia

A quantidade de conteúdos abordada no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma preocupação recorrente para quem vai realizá-lo. Por isso, é fundamental que o estudante organize um horário de estudos a fim de melhorar o seu aproveitamento na prova.

De acordo com o gerente de Inovações para Professores no SAS - Plataforma de Educação, Idelfrânio Moreira, ter um horário de estudos bem definido tem dois aspectos fundamentais, que são: manter a clareza do que se tem para estudar e alocar todos os recursos de atenção para os estudos. "Sem a devida atenção não se consegue produtividade. Sem a clareza das tarefas a cumprir é difícil avaliar em que é necessário melhorar", justifica Idelfrânio.

Ainda segundo Moreira, um cronograma de estudos deixa a decisão de escolher estudar ao invés de realizar outras atividades na mão do estudante, o que o ajuda aprender a estabelecer prioridades e garantir o melhor uso dos recursos mentais, físicos e logísticos.

"Organizar todo o volume de conteúdos a estudar em horários específicos e num cronograma com datas ajuda a estabelecer metas. E é importante manter uma autoavaliação constante, garantindo uma gestão mais eficiente do tempo até o dia da prova", explica o gerente de Inovações.

Benefícios

A estudante Tamiris Martis, 22, já realizou o Enem algumas vezes e soma algumas aprovações no currículo. Com a rotina cheia entre cursinho, faculdade, casa, alimentação, academia e studygram, ela consegue manter o ritmo por causa do cronograma. "Meu cronograma semanal mudou minha vida. Eu costumo brincar dizendo que 'planejar é a parte do estudo que eu mais gosto' isso porque, pra mim, saber exatamente o que eu preciso fazer e quanto tempo eu tenho para cumprir essas tarefas me trazem segurança e tranquilidade de que eu não preciso surtar e assim me sinto bem menos ansionsa com as minhas demandas", afirma.

Tamiris consegue conciliar todas as demandas do dia com o auxílio do seu cronograma, que preza pela flexibilidadeTamiris consegue conciliar todas as demandas do dia com o auxílio do seu cronograma, que preza pela flexibilidade | Foto: Cortesia

Como já conhece a prova, Tamiris consegue ter uma noção melhor de como organizar. Ela entendeu que, para ela, um cronograma funciona quando permite a flexibilidade. "Utilizo um cronograma semanal base, mas não defino o que fazer hora a hora, justamente para deixá-lo mais flexível. Vão haver contratempos, e essa flexibilidade é ideal para não desandar tudo e causar frustração pelo não cumprimento das metas", diz.

Cumprindo o cronograma

Mas não basta montar um horário de estudos incrível e deixá-lo de enfeite. E algumas dicas podem facilitar na hora de cumprir com o planejado, como considerar tempos diferentes para diferentes conteúdos. Alocar tempos mais longos para o que é mais difícil ou para o que se precisa ser melhor resultado, por exemplo.

"O estudante precisa saber também que não é recomendado que os horários sejam 'atravessados', ou seja, se ele terminou o horário destinado à Matemática e não cumpriu o planejado, ele não deve usar o tempo seguinte –  destinado à Biologia, por exemplo – para tentar terminar", frisa Idelfrânio.

Também é importante que o aluno entenda que todo planejamento requer avaliação e, talvez, mudança de planos. "Então, periodicamente - semanalmente, por exemplo -, é interessante reavaliar o cronograma e listar o que atrapalhou o horário de estudos para tentar corrigir e, se for o caso, refazê-lo", finalizou Moreira.

Como organizar o tempo na preparação para o enem

Veja também

Copa do Mundo do Catar começará um dia antes do previsto
Copa do Mundo

Copa do Mundo do Catar começará um dia antes do previsto

Bombardeios russos matam 13 civis no centro-oeste da Ucrânia
Conflito

Bombardeios russos matam 13 civis no centro-oeste da Ucrânia