Cruzeiro oceânico aporta no Recife

O objetivo da embarcação é realizar estudos no Oceano Atlântico ao leste do Brasil e ao longo da linha do Equador

O objetivo da vinda da embarcação é realizar estudos no Oceano Atlântico ao leste do Brasil e ao longo da linha do EquadorO objetivo da vinda da embarcação é realizar estudos no Oceano Atlântico ao leste do Brasil e ao longo da linha do Equador - Foto: Navio Meteor // Foto: Divulgação

O cruzeiro oceanográfico “Meteor” chegou ao Recife nessa quarta-feira (14). A vinda do navio é o resultado de uma cooperação que existe há 15 anos entre os cientistas alemães do Geomar Helmholtz-Zentrum für Ozeanforschung de Kiel e os brasileiros do Departamento de Oceanografia (Docean) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

“É uma pesquisa que visa entender a variabilidade de médio e longo prazo da interação entre o oceano e atmosfera, isto é importante para entender as mudanças do clima”, explica o professor de oceanografia física na UFPE, Moacyr Cunha de Araújo Filho. Nesta quinta-feira (15), os tripulantes participam do VI Seminário da Cooperação Docean-Geomar, que acontecerá às 9h30, no auditório do Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (Ceerma), no Campus Recife da UFPE.

O objetivo da embarcação é realizar estudos no Oceano Atlântico ao leste do Brasil e ao longo da linha do Equador. São trabalhos nas áreas da Oceanografia, Física e Química. Durante o trajeto, o navio faz medições de correntes, da distribuição de massas de água e de compostos químicos entre a superfície e as camadas profundas do oceano no Atlântico Tropical, próximo à costa brasileira. O deslocamento é feito regularmente desde o início da cooperação.

A embarcação saiu no último dia 13 de fevereiro do Porto de Mindelo, do Arquipélago de Cabo Verde.

Veja também

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020
Mundo

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea
Universo

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea