Tempestade

Cuba se prepara para passagem da tempestade tropical Idalia

De acordo com a imprensa local, cerca de oito milhões de pessoas deixaram suas casas para se abrigarem em residências de familiares

Milhares de pessoas foram retiradas de suas casas na província de Pinar del Río, em CubaMilhares de pessoas foram retiradas de suas casas na província de Pinar del Río, em Cuba - Foto: Elizabeth Ruiz/AFP

Milhares de pessoas foram retiradas de suas casas na província de Pinar del Río, em Cuba, devido à proximidade da tempestade tropical Idalia, que deverá se transformar em um furacão nas próximas horas.

A tempestade está a 80 km a sudoeste do extremo oeste de Cuba e avança com ventos máximos sustentados de 110 km/h, de acordo com o último boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

"As pessoas já foram evacuadas, foram montados centros de processamento de alimentos, a cesta familiar está garantida, as brigadas de saúde e as comunidades estão sendo visitadas", disse Roberto Morales Ojeda, secretário de Organização do Comitê Central do Partido Comunista, em uma publicação na plataforma X (ex-Twitter).

O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, está fora do país encerrando uma viagem por Angola, Moçambique, Namíbia e África do Sul.

De acordo com a imprensa local, cerca de oito milhões de pessoas deixaram suas casas para se abrigarem em residências de familiares e amigos em Pinar del Río, que foram atingidas pelo poderoso furacão Ian - de categoria 3 - em setembro do ano passado, deixando pelo menos dois mortos na ilha. Nos EUA, o incidente atingiu a categoria 5 e matou quase 150 pessoas.

A Defesa Civil de Cuba ativou nesta segunda-feira a Fase de Alerta Ciclônico para as províncias de Pinar del Río, Artemisa e Ilha da Juventude, no oeste do país, enquanto chuvas intermitentes também cobrem as vizinhas Mayabeque e Havana.

O serviço ferroviário suspendeu as viagens saindo de Pinar del Río e o transporte marítimo de passageiros foi interrompido no domingo na Ilha da Juventude, informou a mídia local.

Na capital, Havana, os moradores passaram a se abrigar em suas casas, enquanto as embaixadas do Canadá e dos Estados Unidos suspenderam seus expedientes na tarde de segunda-feira e na terça-feira, informaram em suas contas na plataforma X.

A tempestade tropical se desloca para o norte a 13 km/deve ganhar força nas próximas horas até chegar à costa oeste da Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, na quarta-feira (30).

Nesta altura, Idalia já terá se tornado um furacão de pelo menos categoria 3, ou seja, com ventos máximos sustentados entre 178 e 208 km/h, segundo o NHC.

Veja também

Cientistas fazem alerta sobre qual vírus deve causar próxima pandemia
SAÚDE

Cientistas fazem alerta sobre qual vírus deve causar próxima pandemia

Bombardeios israelenses matam 18 em Rafah após aprovação de ajuda econômica dos EUA
guerra no oriente médio

Bombardeios israelenses matam 18 em Rafah após aprovação de ajuda econômica dos EUA

Newsletter