Dal Pozzo lamenta derrota, mas afirma que Náutico segue vivo

Treinador alvirrubro classificou placar como injusto diante do Juventude, mas exaltou o apoio da torcida no jogo de volta

Gilmar Dal Pozzo, técnico do NáuticoGilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Apesar da derrota para o Juventude, neste domingo (15), o treinador Gilmar Dal Pozzo preferiu exaltar que o Náutico está mais do que vivo na briga por uma vaga na final da Série C. Com uma passagem como treinador do clube gaúcho, em 2017, o comandante alvirrubro analisou como injusta a derrota, mas não titubeou ao ser questionado sobre as chances alvirrubras no duelo da volta. “Temos a mesma chance do último mata-mata, quando perdíamos por 2x0 e conseguir buscar o resultado contra o Paysandu. Estamos vivos e contaremos com o apoio da nossa torcida”, comentou Dal Pozzo.

Leia também:
Juventude marca no último minuto e vence o Náutico
STJD julgará pedido do Paysandu de anulação de jogo contra o Náutico
Pela semifinal da Série C, Náutico visita Juventude

Quanto ao jogo em si, o treinador analisou como injusta a derrota, que aconteceu no último minuto, em cobrança de falta de Eltinho. “Nós criamos boas chances até de matar o jogo. O gol de empate deles, por exemplo, nasce de uma jogada em que nós colocamos a bola na trave. Se entra, era 2x0 para nós e uma tranquilidade maior. Fomos castigados com essa derrota, mas já passou”, analisou o técnico do Náutico.

Durante a semana que antecedeu o jogo deste domingo (15), muitos acreditavam que Dal Pozzo poderia mudar o esquema para atuar com três zagueiros. Isso por contas dos desfalques de nomes ofensivos importantes, como Thiago, Rafael Oliveira e Paulinho. Mas, não foi o que aconteceu. “Eu usei a coerência. Eu joguei toda a competição com esse esquema e fica complicado mudar na reta final. Decidi permanecer e fomos bem”, finalizou.

Veja também

Carrefour terá que punir funcionário que praticar racismo, decide Justiça
Racismo

Carrefour terá que punir funcionário que praticar racismo, decide Justiça

Novos casos de HIV superaram 20% na América Latina na última década, diz OPAS
HIV

Novos casos de HIV superaram 20% na América Latina na última década, diz OPAS