Daniel Paulista afirma que time que jogou contra o Sampaio enfrentará o Central

Apesar da política do Sport de não priorizar o Pernambucano, treinador leonino quer dar ritmo ao time titular

Daniel Paulista durante a partida contra o Sampaio CorrêaDaniel Paulista durante a partida contra o Sampaio Corrêa - Foto: Anderson Stevens/FolhaPE

No começo do ano, muito se falou sobre o Sport utilizar uma equipe B no Campeonato Pernambucano, mesmo a contra-gosto do torcedor. Porém, às vésperas da estreia leonina, a história deverá ser diferente.

Isto porque, após o confronto contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Nordeste na última quarta-feira (25), o técnico Daniel Paulista afastou a possibilidade de usar reservas contra o Central, às 16h do sábado (28), na Ilha do Reitiro."A política do clube permanece a mesma. Campeonato Pernambucano não é a prioridade. Mas nós, da comissão técnica, entendemos que em determinados momentos, precisamos colocar os jogadores titulares para que eles ganhem condições", afirmou.

Daniel também comentou que, apesar de utilizar o time titular logo de cara, os jogadores da base serão aproveitados durante o estadual. "Isto com o time titular vai ser em momentos esporádicos, porque em outros jogos nós vamos dar oportunidade para outros. Tem muitos jogadores das categorias de base no nosso elenco, que vão ter oportunidade", completou.

"Para o jogo de sábado, a gente entende que é necessário dar uma sequência para a equipe que jogou contra o Sampaio", encerrou.

O Sport encara o Central na Ilha do Retiro, no próximo sábado (28), às 16h. A partida seria realizada no domingo, mas em virtude do Clássico das Emoções, também no domingo, na Arena de Pernambuco, foi adiantada.

Veja também

Funcionários do HC de São Paulo comemoram ao receber vacina contra a Covid
'sopro de ânimo'

Funcionários do HC de São Paulo comemoram ao receber vacina contra a Covid

Assista ao vivo ao lançamento do plano de vacinação contra Covid-19 do Recife
Recife Vacina

Assista ao vivo ao lançamento do plano de vacinação contra Covid-19 do Recife