Defesa Civil do Recife emite alerta para áreas de risco

Segundo o órgão municipal, devido às fortes chuvas deste domingo, as áreas de morro estão apresentando o solo encharcado

Chuva no Morro da ConceiçãoChuva no Morro da Conceição - Foto: Karina Maux/Folha de Pernambuco

A Defesa Civil do Recife emitiu um alerta, neste domingo (16), para que os moradores de áreas de risco procurem locais seguros. Devido ao acumulado de chuvas nas últimas horas, as áreas de morro estão apresentando o solo encharcado e, por isso, o órgão municipal solicita que os moradores deixem seus imóveis por motivo de segurança.

Segundo a Defesa Civil, mais de 31 mil moradores destas áreas já foram avisados através de mensagem SMS no celular. Das 6h às 18h deste domingo foram registrados mais de 70 mm de chuvas. Somados aos 230 mm da última quinta-feira, em menos de dois dias já choveu o equivalente a 23 dias do mês de junho, cujo a média histórica é de 389,60.

A previsão para o período da noite na Região Metropolitana do Recife, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), é de céu nublado a parcialmente nublado, com pancadas de chuva de forma isolada e com intensidade moderada. Para a manhã seguinte a previsão se repete.

Leia também:
Moradores de Camaragibe atingidos pelas chuvas recebem doações; saiba como ajudar
Corpos de criança e adolescentes desaparecidos em deslizamento de barreira são encontrados em Camaragibe


Segundo a agência de meteorologia Climatempo, uma tempestade pode atingir o Recife, além da Região Metropolitana de Maceió e outras partes do litoral de Alagoas. Na segunda-feira (17), a situação é de alerta para chuva forte, com risco de alagamentos e deslizamentos de terra.

A Defesa Civil do Recife lembra ainda que mantém um plantão permanente, podendo ser acionada pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento 24h.

Veja também

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU
Mundo

Pandemia reduziu migração mundial em 30%, aponta ONU

Familiares buscam cilindros de oxigênio salvar pacientes em Manaus
Pandemia

Familiares buscam cilindros de oxigênio salvar pacientes em Manaus