Demolição

Demolição de imóvel que foi atingido por incêndio no Centro do Recife começou neste domingo (24)

Imóvel na Rua do Nogueira, no bairro de São José, começou neste domingo sob responsabilidade do proprietário do empreendimento

Demolição de imóvel na Rua do Nogueira, no bairro de São José Demolição de imóvel na Rua do Nogueira, no bairro de São José  - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Foi iniciada neste domingo a organização para a demolição do imóvel que foi atingido por um incêndio no último domingo, na Rua do Nogueira, no bairro de São José, área central do Recife. O incêndio alcançou duas lojas, sendo uma de eletrônicos, que foi totalmente atingida, e uma de acessórios para celular, que foi parcialmente atingida.

A demolição está sob responsabilidade do proprietário do imóvel e a Defesa Civil está acompanhando todo o processo. 

Trabalhadores estiveram ontem no local para iniciar o processo. Eles foram contratados pelo proprietário do imóvel para fazer a demolição. Segundo informações dos trabalhadores, esse processo vai durar cerca de 15 dias.

Ainda durante o dia havia muita fumaça nas lojas, como rescaldo do incêndio.

Demolição no Cordeiro 
Nesta sexta-feira (22), os serviços de demolição do imóvel irregular cuja laje de concreto caiu e matou o ajudante de pedreiro Marcos Lima, de 43 anos, foram iniciados. A Prefeitura do Recife contratou uma empresa especializada para realizar a demolição que tem previsão de durar 20 dias. O caso aconteceu na Rua Catuira, localizada no bairro do Cordeiro, Zona Oeste da capital pernambucana, na última quarta-feira (20). 

De acordo com a empresa responsável pelas obras, o serviço será realizado manualmente com a ajuda de uma plataforma de demolição. A medida é para evitar danos aos imóveis vizinhos. No local, agentes da Defesa Civil do Recife e da Guarda Municipal realizam monitoramentos. 

Por medidas de segurança, cinco imóveis vizinhos ao local estão interditados durante o processo de demolição. As famílias desalojadas foram orientadas a irem, temporariamente, para a casa de amigos e parentes.

Veja também

Paciente de 60 anos testa positivo para Covid-19 há 471 dias; entenda
SAÚDE

Paciente de 60 anos testa positivo para Covid-19 há 471 dias; entenda

Mortes maternas no Brasil são 49,6% maiores que o número oficial, diz estudo
Brasil

Mortes maternas no Brasil são 49,6% maiores que o número oficial, diz estudo