SAÚDE

Dengue: 80% dos hospitais privados de São Paulo registram aumento de internações

Levantamento inédito foi conduzido pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo com 91 instituições

Estados decretam emergência em meio ao avanço de dengueEstados decretam emergência em meio ao avanço de dengue - Foto: NIAD/NIH

Pesquisa conduzida pelo SindHosp - Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo constatou aumento de 80% nas internações por dengue no estado. O levantamento foi conduzido no período de 29 de janeiro a 7 de fevereiro com 91 hospitais privados (64% da capital e Grande São Paulo e 36% do interior).

Na maioria dos hospitais (51%), o crescimento das internações em leitos clínicos foi de 11% a 20%. No entanto, para 89% dos hospitais não houve aumento nas internações em UTI para dengue e para 11% deles houve crescimento de até 5% nesse tipo de internação. Esses pacientes tendem a ficar até 4 dias nos cuidados intensivos.

A faixa etária mais frequente entre os pacientes com dengue atendidos nos hospitais é de 30 a 50 anos.

Os serviços de saúde também registraram aumento de 89% nos casos de suspeita de dengue. Em relação à pacientes atendidos que tiveram um resultado de teste positivo para dengue nos últimos 15 dias, 34% dos hospitais registraram aumento de 6% a 10% de pacientes que testaram positivo para a doença. Em 27% dos serviços de saúde, o aumento foi de 31% a 50%, enquanto 20% dos hospitais registraram 51% a 70% de aumento de pacientes que testaram positivo.
 

"O surto cresce rapidamente e as autoridades sanitárias devem orientar a população no controle da proliferação do mosquito transmissor e ações diretas de combate ao mosquito”, diz o médico Francisco Balestrin, presidente do SindHosp, em comunicado.
 

A pesquisa também acompanhou a trajetória da Covid nos hospitais paulistas. A maior parte dos serviços (60%) confirmou aumento de Covid no percentual de até 5% no pronto-socorro. No entanto, todos os hospitais informaram aumento de até 5% nas internações clínicas, com tempo médio de internação de 5 a 10 dias.

Por outro lado, para 98% dos hospitais, não houve aumento de internações por Covid em leitos de UTI.

Veja também

Justiça francesa condena filho de líder histórico do ETA, mas o isenta de cumprir pena
frança

Justiça francesa condena filho de líder histórico do ETA, mas o isenta de cumprir pena

Acidente de ônibus deixa ao menos 21 mortos e 50 feridos na Caxemira indiana
Índia

Acidente de ônibus deixa ao menos 21 mortos e 50 feridos na Caxemira indiana

Newsletter