Notícias

Deslizamento de barreira destrói parte de casa em Olinda

Incidente aconteceu nesta sexta-feira (12), no bairro de Sapucaia

Deslizamento destruiu quarto onde dormiam adolescente e filho de um ano e oito mesesDeslizamento destruiu quarto onde dormiam adolescente e filho de um ano e oito meses - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

O deslizamento de uma barreira destruiu um quarto de uma casa localizada na rua Severino Semeão Goiana de Miranda, no bairro de Sapucaia, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. O acidente aconteceu por volta das 10h desta sexta-feira (12). Na residência estavam a proprietária Shirley Ferreira, 38 anos, e o seu companheiro Reginaldo Moraes, 41 anos. A cidade registrou as maiores precipitações nesta sexta de chuvas.

A proprietária conta que a queda foi repentina, mas que sempre fica alerta nos períodos de chuva. "Uma vizinha gritou meu nome e só vi o tsunami de barro e lama", recorda. No cômodo soterrado deveriam estar a filha Ariane Ferreira, 17 anos, e o neto Arthur Vitor, de apenas um ano e oito meses. No entanto, cerca de uma hora antes, Ariane levou o pequeno Arthur para receber a vacina contra a gripe, o que evitou que ambos estivessem no quarto na hora do incidente. 

Leia também:
Olinda registra maior volume de chuva e tem deslizamento de barreira
Apac prevê chuvas intensas na RMR até o final da manhã desta sexta

"Senti um aperto no peito e corri pra levar Arthur pra tomar a vacina de gripe. Ainda pensei esperar estiar, mas não queria ficar em casa", conta Ariane, que estava com uma amiga quando recebeu a notícia do incidente. Com o olhar distante, que, não por acaso, paira sobre o quarto destruído, emociona-se. "Agradeço a Deus pela vida do meu filho".

A Defesa Civil de Olinda esteve no local para avaliar a situação e informou que as famílias deverão ser deslocadas em decorrência dos riscos com o período de chuvas. As casas mais próximas à barreira foram interditadas pelo órgão. Uma assistente social foi enviada para atender e cadastrar as famílias, que poderão ficar em albergues da Prefeitura de Olinda.

O assessor de gabinete do órgão, que se apresenta como Edinho de Lupércio, explicou que um estudo do solo está sendo realizado por uma empresa de geologia. "Tão logo o estudo termine, construiremos muros de arrimos e contenção de morros. Hoje nós temos recursos para isso", concluiu.

Shirley Ferreira contou que o deslizamento aconteceu de repente, mas não foi uma surpresa. 'Sempre fico com medo no período de chuvas'

Shirley Ferreira contou que o deslizamento aconteceu de repente, mas não foi uma surpresa. 'Sempre fico com medo no período de chuvas' - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

No quarto soterrado, dormiam Ariane Ferreira, 17, e o filho Arthur Vitor, 1 ano e 8 meses

No quarto soterrado, dormiam Ariane Ferreira, 17, e o filho Arthur Vitor, 1 ano e 8 meses - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

Representantes da Prefeitura de Olinda estiveram no local para avaliar a situação e conversar com moradores

Representantes da Prefeitura de Olinda estiveram no local para avaliar a situação e conversar com moradores - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco


 

Veja também

UPE oferece mais de 7 mil vagas para cursos de idiomas e informática
Educação

UPE oferece mais de 7 mil vagas para cursos de idiomas e informática

MPDF pede investigação da obrigatoriedade de PMs em evento religioso
investigação

MPDF pede investigação da obrigatoriedade de PMs em evento religioso