Devido à falta de combustíveis, Compesa pede uso racional de água

A empresa informou que está preocupada com o transporte de produtos químicos, mas montou estratégia para estocar os produtos

Abastecimento de água Abastecimento de água  - Foto: Agência Brasil

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) emitiu nesta quinta-feira (24) alerta a população pernambucana para o uso racional de água. Devido à paralisação dos caminhoneiros, provocada pela alta dos combustíveis, a Compesa anunciou que montou estratégia para estocar os produtos químicos usados no tratamento da água, mas está "preocupada com a duração da greve, uma vez que os caminhões carregados com produtos químicos não estão conseguindo chegar ao seu destino".

A Compesa esclareceu ainda na nota enviada à imprensa que "os serviços de manutenção nas redes de abastecimento de água (vazamentos de água e extravasamento de esgoto) começaram a ser afetados pela escassez de combustíveis e, como consequência, as equipes não conseguem executar os trabalhos no ritmo habitual".

Dessa forma, a empresa informou estar priorizando a execução dos serviços de grande porte, como as emergências em adutoras, assim como os serviços de campo e as manobras (controle do abastecimento nos bairros). A realização de novas ligações, restabelecimentos de ramais, fiscalizações comerciais, dentre outros, estão suspensos temporariamente.

Leia também
Rio de Janeiro pode ter falta de água em razão de greve de caminhoneiros
Passageiro terá 50% dos ônibus nas ruas em horário de pico nesta sexta, diz Grande Recife
Governo anuncia acordo para suspender paralisação dos caminhoneiros por 15 dias
Não houve consenso em reunião de governo com caminhoneiros


A Compesa informou ainda que, apesar da greve dos caminhoneiros, está mantendo todos os esforços para manter o abastecimento de água no Estado, contemplando cerca dos seus sete milhões de clientes.

Veja também

Estudos mostram que desigualdade social e Bolsonaro agravaram pandemia no Brasil
Coronavirus

Estudos mostram que desigualdade social e Bolsonaro agravaram pandemia no Brasil

Bolsonaro participa da troca do Comando Militar do Sudeste
Forças Armadas

Bolsonaro participa da troca do Comando Militar do Sudeste