Crise dos combustíveis

Devido à greve dos caminhoneiros, Celpe prioriza atendimentos de emergência

Equipe de plantão da Celpe tenta negociar com manifestantes que estão bloqueando estradas do interior de Pernambuco. A empresa comunicou que a escassez dos combustíveis afetou a frota de carros comprometendo os atendimentos

Unidade Móvel da CelpeUnidade Móvel da Celpe - Foto: Divulgação/Celpe

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), informou nesta quinta (21) que devido à greve dos caminhoneiros e a escassez dos combustíveis na frota de carros da empresa o tempo de espera nos atendimentos será comprometido. A concessionária irá priorizar atendimentos de urgência e regulatória. 

Leia também:
Postos que venderem gasolina por mais de R$ 4,60 serão interditados
Três postos da RMR são autuados por vender gasolina a preços abusivos; veja fotos

Nas cidades do interior de Pernambuco, os bloqueis nas principais rodoviais estaduais estão impedido o deslocamento da equipe de prontidão.  Segundo a companhia energética, há uma tentativa de negociação com os manifestantes para a liberação das estradas.  

Veja também

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE
Internacional

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE

Recife fará busca por quem ainda não tomou segunda dose de vacina contra a Covid-19
Imunização

Recife fará busca por quem ainda não tomou segunda dose de vacina contra a Covid-19