Desabamento de mina

'Dia decisivo' para resgate de mineiros, disse presidente do México

Obras estão focadas em reduzir os níveis de água na mina, para permitir a entrada dos socorristas

Equipe de resgate trabalha na mina de carvão onde 10 mineiros ficaram presos ontem após um colapso, na área de Agujita, município de Sabinas, estado de Coahuila, México, em 4 de agosto de 2022Equipe de resgate trabalha na mina de carvão onde 10 mineiros ficaram presos ontem após um colapso, na área de Agujita, município de Sabinas, estado de Coahuila, México, em 4 de agosto de 2022 - Foto: Marcos Gonzalez / AFP

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse que este sábado "é decisivo" para o resgate dos 10 mineiros presos desde quarta-feira devido ao colapso e inundação de uma mina de carvão no nordeste do país. 

"Hoje (sábado) é um dia decisivo porque, segundo os técnicos, será possível descobrir se existe a possibilidade de os mergulhadores entrarem sem risco", escreveu o presidente no Twitter. 

 

“O principal problema é a inundação, embora o equipamento de bombeamento seja suficiente e de grande capacidade”, disse López Obrador

As obras estão focadas em reduzir os níveis de água na mina, com dezenas de metros de profundidade, para permitir a entrada dos socorristas.

Cerca de 383 pessoas, entre militares e civis, trabalham "sem descanso" na mina desmoronada, localizada na cidade de Agujita (estado de Coahuila, no nordeste), disse o porta-voz da presidência mexicana, Jesús Ramírez. 

A mina fica a cerca de 1.130 km ao norte da Cidade do México, na chamada região carvoeira de Coahuila. 

Após o colapso, cinco mineiros conseguiram sair e foram levados para um hospital, dos quais dois receberam alta, segundo as autoridades. 

O acidente ocorreu quando os trabalhadores encontraram uma área adjacente cheia de água durante a escavação, que desabou e inundou a mina.

Veja também

Brasil teve 23.040 casos e 206 mortes por Covid-19 em 24 horas
Saúde

Brasil teve 23.040 casos e 206 mortes por Covid-19 em 24 horas

Pertences roubados em 2009 retornam para Convento de Santo Antônio, no Recife
Justiça

Pertences roubados em 2009 retornam para Convento de Santo Antônio, no Recife