Diego Souza revela liberdade para jogar do meio para frente

O meia rubro-negro é o artilheiro da Série A com 13 gols ao lado de Fred, do Atlético/MG

Prédio do Supremo Tribunal Federal (STF)Prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) - Foto: Valter Campanato/Agência

Com 31 anos, o meia Diego Souza vive um dos melhores momentos de sua carreira no Sport. É o artilheiro da Série A com 13 gols ao lado de Fred, do Atlético/MG. Além disso, deu seis assistências para gol, o sétimo melhor passador ao lado de Cleiton Xavier (Palmeiras), Juan (Coritiba), Luis Ricardo (Botafogo) e Robinho (Cruzeiro). O meia disse tem uma liberdade no Sport maior do que em outros times por onde passou, como bater pênaltis.

"Aqui eu bato pênaltis, o que não fazia em outros times. Dos 13 gols, dois foram de pênalti. Estou vivendo um momento feliz e espero que o time saia o quanto antes dessa situação difícil para, depois sim, passar a pensar um pouco mais individualmente e quem sabe me tornar o artilheiro do campeonato. Nunca fui artilheiro. Sempre fui o cara que dava mais assistências ou fazia gols em momentos decisivos. Aqui no Sport tenho uma boa liberdade de jogar do meio para frente. Tenho uma retaguarda forte que me dá essa liberdade", afirmou.

O meia declarou que a força do grupo é um dos fatores para sua boa temporada no Leão. "Não gosto de comparar as coisas, até porque a cada ano se aprente muita coisa. Mas sem dúvida, pessoalmente, estou vivendo uma fase maravilhosa pelos gols e por poder estar ajudando o Sport da melhor maneira possível. Mas sem meus companheiros e o que eles têm feito por mim nada disso teria acontecido. Para viver esse momento, alguns precisam se sacrificar mais do que outros. Tenho sido muito ajudado aqui dentro", contou.

Dos 13 gols, Diego Souza afirmou que o gol mais bonito foi contra o Fluminense. "O mais importante foi contra o Fluminense, pela situação do jogo. Acho que vale por ser o mais importante. Teve o do Vitória também. Foram os dois mais. Para mim, o mais bonito é o mais importante", declarou.

Veja também

Bolsonaro diz que Doria é 'autoritário' e que pandemia no Brasil 'está acabando'
Coronavírus

Bolsonaro diz que Doria é 'autoritário' e que pandemia no Brasil 'está acabando'

Universidades e escolas de Lisboa amanhecem com pichações racistas contra brasileiros
Preconceito

Universidades e escolas de Lisboa amanhecem com pichações racistas contra brasileiros