Politica

Dilma critica a possibilidade de Luciano Huck entrar na política

"O Brasil caminha a passos largos para uma política social de auditório", afirmou a ex-presidente, referindo-se ao apoio que os neoliberais estão dando ao que ela chama de "animadores de auditório"

"Isto é gravíssimo", afirmou Dilma, referindo-se ao comentário de Fernando Henrique Cardoso sobre Luciano Huck ser a novidade da nossa política"Isto é gravíssimo", afirmou Dilma, referindo-se ao comentário de Fernando Henrique Cardoso sobre Luciano Huck ser a novidade da nossa política - Foto: Divulgação

Dilma Rousseff citou o apresentador Luciano Huck na palestra "Um ano de golpe", que ministrou em Porto Alegre, sexta (12). A ex-presidente afirmou que o "Brasil caminha a passos largos para uma política de auditório", referindo-se à nova prática dos neoliberais, que, segundo ela, agora mudaram o foco do apoio.

Se antes apoiavam gestores, agora querem o que ela chama de "animadores de auditório". "Fernando Henrique Cardoso defendeu Luciano Huck como hipótese. Isso é gravíssimo", enfatizou.

Veja também

'Falta compostura ao presidente', diz presidente da ABI sobre ataque de Bolsonaro à imprensa
Imprensa

'Falta compostura ao presidente', diz presidente da ABI sobre ataque de Bolsonaro à imprensa

Unicef: 5,5 milhões estavam sem atividades escolares em outubro
Educação

Unicef: 5,5 milhões estavam sem atividades escolares em outubro