Diretório Acadêmico de Letras promove aulas curtas e gratuitas de idiomas

Ministradas por estudantes, as aulas de Francês, Espanhol, Libras e Inglês serão postadas semanalmente no feed do Instagram

Os estudantes podem acessar as aulas pelo InstagramOs estudantes podem acessar as aulas pelo Instagram - Foto: Divulgação / Educa mais Brasil

Um projeto voltado para a iniciação do estudo de idiomas foi criado pelos estudantes do Diretório Acadêmico de Letras, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Durante a quarentena, quem se interessar pode ter aulas de quatro idiomas: francês, espanhol, inglês e libras - pelo Instagram @eusoupqnossomos. As aulas começam na próxima segunda-feira (20) e são gratuitas.

Ministradas por estudantes, as aulas serão postadas semanalmente no feed do Instagram, com duração de 15 minutos. Cada língua terá uma aula por semana em dias e horários alternados. “O número curto é para que o discente possa aprender mais de uma língua ao mesmo tempo e porque teremos outros programas acontecendo durante a semana”, explica a estudante Joyce Barbosa, que faz parte do DA de Letras. Na segunda-feira (20) será postada a aula de Francês a partir das 14h, mais tarde ficará disponível também a aula de Libras, às 20h. Sempre nas quartas-feiras será postada a aula de Espanhol, às 14h e Inglês, às 20h.

Leia também:
UFRPE oferece cursos gratuitos a distância e semipresenciais
Comissão da Alepe aprova suspensão dos concursos públicos
Ampliação de auxílio emergencial pode gerar impacto de R$ 10 bi


Um dia depois de cada aula, nos respectivos horários, serão realizadas aulas ao vivo (lives) no Instagram, com duração de uma hora, com os professores resolvendo os exercícios passados nas aulas e respondendo às perguntas deixadas nos comentários dos vídeos.

O objetivo dos cursos é introduzir o básico da língua, para que o aluno tenha o conhecimento do alfabeto, cores, comidas e como se apresentar em outros idiomas. O curso não dá direito ao certificado e não precisa de ser feita a inscrição. As aulas inicialmente terão a duração de três meses, durando até 20 de julho. Mas, diante do cenário de pandemia, podem se esticar por mais um período.

Veja também

Maior ataque suicida em Bagdá em três anos mata ao menos 32 pessoas
Terrorismo

Maior ataque suicida em Bagdá em três anos mata ao menos 32 pessoas

Anvisa se reúne com laboratório da vacina Sputinik V
Covid-19

Anvisa se reúne com laboratório da vacina Sputinik V