Doença renal atinge 195 milhões de mulheres no mundo

Sociedade Brasileira de Nefrologia faz alertas sobre riscos específicos para elas com o mote do Dia Mundial do Rim e do Dia Internacional da Mulher

Primeira etapa das ações de conscientização foi no Sítio da TrindadePrimeira etapa das ações de conscientização foi no Sítio da Trindade - Foto: Rafael Furtado/ Folha de Pernambuco

Nesta quinta-feira (8), Dia Mundial do Rim e Dia Internacional da Mulher, a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) direciona as atenções para a saúde renal feminina. Nesse público, segundo o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde da Universidade de Washington (IHME), a insuficiência renal crônica é a oitava causa de morte. São 195 milhões de mulheres sofrendo com a doença no mundo, totalizando 600 mil mortes por ano. No Brasil, 43% dos pacientes renais em hemodiálise são mulheres de acordo como Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2016.

Leia também:
Ação alerta para prevenção da doença renal crônica no Recife


Para lembrar a coincidência de datas, a SBN promoveu atividades de conscientização no Sítio da Trindade, nessa quarta (7), e atraiu a atenção de mulheres como a costureira Janete Félix, de 59 anos, que viu uma oportunidade de tirar dúvidas. "Estou com umas dores na barriga e fiz vários exames, mas nada apareceu. Vi que ia ter esses exames de rins e vim fazer. É sempre importante cuidar da saúde", afirmou. Assim como ela, Ivanilda Maria, 42, que é hipertensa e tem cálculo renal, aproveitou o serviço gratuito. “Eu vim porque tem uma especialista renal e isso é muito importante pra gente”.

As atividades continuam nesta quinta com um ciclo de palestras no auditório do Banco Central, no Bairro do Recife, a partir das 8h, com profissionais de saúde da Atenção Básica da Prefeitura do Recife. O Real Hospital Português (RHP) também promove uma ação educativa hoje no Ambulatório de Beneficência Maria Fernanda, das 9h às 11h, com o tema: “Saúde da Mulher – Cuide dos seus Rins”.

As doenças renais que têm como fatores de risco - para ambos os sexos - o diabetes, a hipertensão e a obesidade encontram nas mulheres alguns gatilhos a mais como as doenças autoimunes, que acabam sendo mais prevalentes no público feminino. São exemplos, a nefrite do lúpus e as infecções renais ou pielonefrites. "Estamos esclarecendo sobre essas doenças e é imprescindível que se preste atenção nos rins, pois essas são doenças silenciosas. Como o rim é um órgão vital, precisamos realizar a prevenção", destacou a presidente da regional Pernambuco da SBN, Maria de Fátima Carvalho. O Dia Mundial do Rim é comemorado desde 2006 sempre na segunda quinta-feira dos mês de março.  

 

Veja também

Denúncias contra direitos humanos podem ser feitas via WhatsApp
Redes Sociais

Denúncias contra direitos humanos podem ser feitas via WhatsApp

Faculdade nega vínculo descrito por Boulos ao explicar sua renda
Eleições SP

Faculdade nega vínculo descrito por Boulos ao explicar sua renda