ceará

Dois policiais rodoviários federais são mortos a tiros por pedestre em BR de Fortaleza

Um homem em situação de rua tomou a arma de um dos policiais rodoviários e atirou contra os agentes

O crime foi filmado por um motorista que passava na área.O crime foi filmado por um motorista que passava na área. - Foto: Reprodução/Portal Sul Bahia

Dois policiais rodoviários federais, que faziam patrulhamento na BR-116, em Fortaleza, no Ceará, foram mortos a tiros na manhã dessa quarta-feira (18), por um homem em situação de rua. O autor dos disparos também foi morto.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os agentes, que faziam parte do Comando de Operações Especiais da corporação, abordaram um homem que trafegava desorientado entre os carros.

No momento da retirada do indivíduo da via, o suspeito resistiu a abordagem e entrou em luta corporal com os profissionais. Em seguida, o homem, com o uso de uma arma, disparou tiros contra os policiais, que morreram no local.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), a arma usada no crime era de um dos agentes rodoviários.

O crime foi filmado por um motorista que passava na área. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by ocorrenciasdopara (@ocorrenciasdopara)

Os policiais mortos foram identificados como Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, 43 anos, e Márcio Hélio Almeida de Sousa, 53 anos.
 

Ainda de acordo com a SSPDS, um agente de polícia à paisana, que estava na área e presenciou o ocorrido, atirou contra o suspeito do crime, que morreu no local.

Em publicação nas redes sociais, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, lamentou as mortes.
 


Uma equipe da Polícia Militar do Ceará (PMCE) recuperou as armas dos agentes rodoviários que haviam sido subtraídas durante a ação criminosa.

Equipes das Polícias Civil do Estado do Ceará (PC-CE), da PMCE, da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e da Perícia Forense (Pefoce) foram ao local e realizam os procedimentos sobre o fato. 

O caso está sendo investigado pela Polícia Rodoviária Federal, que apura o crime em conjunto com as demais forças de segurança responsáveis. Um gabinete de crise foi criado para acompanhar a ocorrência.

Confira a nota da PRF na íntegra:

"É com imenso pesar que informamos o falecimento dos Policiais Rodoviários Federais Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, 43 anos, e Márcio Hélio Almeida de Souza, 53 anos, na manhã desta quarta-feira, 18 de maio, em Fortaleza. No momento do ocorrido, os policiais atuavam na BR 116.

Durante uma fiscalização, Raimundo e Márcio foram auxiliar uma pessoa que caminhava desorientada na rodovia entre os veículos, a fim de evitar possível atropelamento.

No momento da retirada do indivíduo da via, o mesmo resistiu a abordagem e entrou em luta corporal com os PRFs. Em seguida, o elemento disparou com arma de fogo contra os policiais.

O PRF Márcio Helio Almeida de Souza tinha 15 anos na instituição. Ele nasceu em Baturité/CE, e atuou em diversos setores da PRF, com lotação no Ceará e em Roraima. Márcio era casado e deixa um filho.

O PRF Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho ingressou na PRF em 2005. Ele é natural de Viçosa/CE, e atuou nos estados do Maranhão, Roraima e Ceará. Raimundo era casado e deixa duas filhas.

Os policiais faziam parte do Comando de Operações Especiais da PRF.

A PRF apura o caso em conjunto com as demais forças de segurança responsáveis, tendo sido criado um gabinete de crise para acompanhamento da ocorrência.

O falecimento dos nossos policiais entristece toda a instituição. Manifestamos nossa sincera solidariedade e irrestrito apoio à família, desejando conforto também a familiares e amigos neste momento de dor."

Veja também

Festa do Carmo volta a ter missa campal e procissão; veja a programação completa
Igreja

Festa do Carmo volta a ter missa campal e procissão; veja a programação completa

Navio humanitário "Ocean Viking" busca porto mediterrâneo para 306 migrantes
Imigração

Navio humanitário "Ocean Viking" busca porto mediterrâneo para 306 migrantes