China

Dois tornados deixam ao menos 12 mortos na China; maioria das vítimas é em Wuhan

Oito pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na cidade de Wuhan

Ventos violentos atingiram, na sexta-feira à noite, a cidade de WuhanVentos violentos atingiram, na sexta-feira à noite, a cidade de Wuhan - Foto: AFP

Dois violentos tornados provocaram a morte de pelo menos 12 pessoas e feriram mais de 400 enquanto passavam pelo centro e leste da China, informaram autoridades locais neste sábado (15).

Ventos violentos atingiram, na sexta-feira à noite, a cidade de Wuhan, localizada no centro do país e conhecida por ser o local onde foram registrados os primeiros casos do novo coronavírus no final de 2019.

Oito pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas, segundo as autoridades da província de Hubei, cuja capital é Wuhan. 

As rajadas de vento atingiram 260 km/h, causando estragos significativos - carros foram destruídos, árvores arrancadas e instalações elétricas e residências foram danificadas.

Trinta casas foram completamente destruídas, de acordo com as autoridades.

A cidade de Suzhu, perto de Xangai, também foi atingida na noite de sexta-feira por um poderoso tornado com ventos de mais de 200 km/h, segundo autoridades locais, que estabeleceram um balanço de quatro mortos e um desaparecido, além de 130 feridos. 

No início de maio, uma violenta tempestade, acompanhada de fortes ventos, matou 11 pessoas em uma cidade perto de Xangai. 
 

Veja também

Carro roubado é recuperado após motorista rodar em BR e parar no canteiro central em São Lourenço
Polícia

Carro roubado é recuperado após motorista rodar em BR e parar no canteiro central em São Lourenço

França volta às urnas com apelo para evitar índice de abstenção histórico
França

França volta às urnas com apelo para evitar índice de abstenção histórico