DESPEDIDA

Dom Paulo Jackson preside missa de corpo presente de vítimas do acidente com micro-ônibus

Cinco morreram atropeladas após veículo não conseguir frear e atingir fiéis durante procissão em Jaboatão

Missa foi celebrada nesta segunda-feira (1º) nas proximidades do local do acidenteMissa foi celebrada nesta segunda-feira (1º) nas proximidades do local do acidente - Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Paulo Jackson, presidiu, na tarde desta segunda (1°), missa de corpo presente na Escola de Referência Adelaide Pessoa Câmara, próxima do local do acidente com um micro-ônibus, no último domingo (31), que vitimou cinco pessoas, deixando outras dezenas de feridos.

O motorista do veículo perdeu o controle quando descia uma ladeira na avenida Barreto de Menezes, no bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes, atingindo fiéis durante a procissão Cristo Vive, realizada pela Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Centenas de moradores do bairro de Marcos Freire marcaram presença na missa, incluindo o prefeito de Jaboatão, Mano Medeiros, e familiares das duas das cinco vítimas cujos corpos estavam na missa: Edson Maurício Barbosa, de 52 anos, e Amaury João de Lima, de 68 anos.

"Foi uma fatalidade, mas que poderia ter sido evitada. Espero que não fique impune. Ele (motorista) sabia o risco de estar em um micro-ônibus sem freio. Não pensou em tirar o ônibus para outro lado ou buzinar. É comum esses veículos também não terem segurança. Falta piso em alguns, com a maioria das pessoas ficando em pé. Infelizmente, só tem esse tipo de ônibus aqui na região, cobrando ainda uma passagem cara. Soube da notícia ontem e vim de São Paulo para cá. Foi desesperador perder um irmão querido", afirmou Edna Lúcia, irmã de Edson.

"Eu relembro as coisas em flash. Muitos dizem que sou forte, mas parece que é um filme. Todos sabiam o quanto meu pai era um cristão fervoroso. Como diz o Evangelho, 'Aquele que crê em mim, viver'", então meu pai viverá com Ele (Deus) agora", contou Rafael Lima, filho de Amaury.

Rafael Lima, no centro, filho de Amaury, uma das vítimas do atropelamentoRafael Lima (centro da imagem), filho de uma das vítimas do atropelamento

 

Os outros óbitos confirmados foram de Edite Maria da Silva, de 51 anos; Jéssica Cristina da Silva, de 21 anos, e Tereza Cristina Batista da Silva, de 22 anos. Ainda há 16 vítimas internadas, nove no Hospital da Restauração (quatro em estado grave) e sete no Hospital Dom Helder, quatro mulheres e três homens que se encontram com quadro de saúde considerado estável. Outras 13 pessoas atingidas receberam atendimento médico e foram liberados.

Investigação 
O motorista do micro-ônibus, da linha 118- Marcos Freire/Barra de Jangada, fugiu após o atropelamento, mas foi identificado pela prefeitura e prestou depoimento nesta segunda (1°), na Delegacia de Prazeres.

No depoimento, o homem de 74 anos, que não teve a identidade divulgada, disse que houve um problema no freio do veículo. Ele apresentou a Carteira de Habilitação, não realizou teste de alcoolemia e foi liberado em seguida. O caso foi registrado como homicídio culposo.

A secretaria Executiva de Ordem Pública e de Mobilidade de Jaboatão levantou que o veículo envolvido está em situação regular, tendo laudo de inspeção técnica veicular do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) realizada há cinco meses, com validade anual. A documentação do micro-ônibus e do permissionário também estão regulares.

O micro-ônibus integra a rede de transporte público auxiliar de Jaboatão, conduzindo os moradores para as "integrações", com linhas que levam para outras áreas da Região Metropolitana do Recife (RMR).

Socorro efetuado
No local do acidente, atuaram ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município e de cidades vizinhas, além do Corpo de Bombeiros, equipes de trânsito, Guardas Municipais, Assistência Social, Secretaria de Saúde de Jaboatão, Defesa Civil, além da Polícia Militar.

Veja também

Polícia diz que ataque em igreja australiana foi ato terrorista
Mundo

Polícia diz que ataque em igreja australiana foi ato terrorista

Casal Biden publica declaração de renda, com receitas de US$ 620 mil
EUA

Casal Biden publica declaração de renda, com receitas de US$ 620 mil

Newsletter