Mundo

Duas pessoas feridas por arma branca perto da antiga sede da revista Charlie Hebdo, em Paris

Dois feridos estão em situação muito grave, de acordo com a polícia de Paris. De acordo com a polícia, um suspeito foi detido.

Polícia francesa isolou local do crimePolícia francesa isolou local do crime - Foto: Geoffroy Van Der Hasselt / AFP

Duas pessoas foram feridas em um ataque com arma branca em Paris, nesta sexta-feira (25), perto da antiga sede do "Charlie Hebdo", episódio que ocorre em meio ao julgamento pelo atentado à redação dessa revista satírica em 2015. 

O agressor suspeito foi detido perto da praça da Bastilha, no centro de Paris, próximo à rua onde ficava a redação do "Charlie Hebdo", informou a polícia. Segundo a mesma fonte, ambos os feridos se encontram em estado muito grave.

As forças da ordem estabeleceram um perímetro de segurança na área, ao detectarem a presença de um pacote suspeito, acrescentou a polícia de Paris, que pediu à população que evite circular pelo local.

 

A rua onde ficava a redação da revista está isolada. Por precaução, a prefeitura de Paris ordenou o fechamento das portas das escolas do bairro, e milhares de crianças ficaram confinadas em seu interior.

Após o ataque de 7 de janeiro de 2015, que deixou 12 mortos, incluindo alguns dos chargistas mais célebres da França, a revista se mudou. Os novos endereços são mantidos em sigilo.

Desde o início deste mês, 14 pessoas estão sendo julgadas em um tribunal de Paris pelo suposto apoio dado aos autores materiais do ataque, mortos após o atentado.

 

Veja também

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020
Mundo

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea
Universo

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea