Dupla brasileira leva bronze nos saltos sincronizados no Pan de Lima

Com 375,81 pontos, os brasileiros dividem o pódio com os mexicanos Ivan Navarro e Kevin Reyes (431,10), medalhistas de ouro, e os canadenses Nathan Murray e Vincent Riendeau (396,12), que levaram a prata

Isaac Souza e Kawan Figueiredo levaram bronze no salto sincronizado no Pan de Lima-2019 Isaac Souza e Kawan Figueiredo levaram bronze no salto sincronizado no Pan de Lima-2019  - Foto: Reprodução

A dupla brasileira Isaac Souza e Kawan Figueiredo conquistou a medalha de bronze na final da prova de saltos sincronizados na plataforma de 10 metros nessa sexta-feira (2), nos Jogos Pan-Americanos de Lima.

Com 375,81 pontos, os brasileiros dividem o pódio com os mexicanos Ivan Navarro e Kevin Reyes (431,10), medalhistas de ouro, e os canadenses Nathan Murray e Vincent Riendeau (396,12), que levaram a prata.

Isaac e Kawan, que não treinam juntos, afirmaram que tinham conhecimento de que poderiam conquistar uma vaga no pódio. "Estávamos treinando muito para isso. Treinamos no Mundial para vir direto para cá e fizemos uma boa prova", avaliou Kawan, que destacou a experiência obtida no Mundial para se entrosar com o parceiro.

Na disputa da noite dessa sexta, a dupla brasileira começou com pontuações modestas e subiu na classificação ao obter uma nota 72, a segunda melhor entre todos os competidores no terceiro salto. "A gente começou um pouco atrás, mas sabia que o final da nossa série era muito forte", revelou Isaac já com a medalha de bronze no peito.

Na aparição seguinte, Isaac e Kawan melhoraram ainda mais e, com média 8 de execução e sincronização, conquistaram 79,20 pontos e apareceram na segunda colocação geral da disputa após todos os saltos serem realizados.

A penúltima apresentação da dupla medalhista foi feita com um salto de alto grau de dificuldade, no qual obtiveram nota de 69,93 e somaram 310,53 na disputa, o suficiente para se manter entre os três melhores.

O último e decisivo salto dos brasileiros teve menor dificuldade que o apresentado na rodada anterior. Bem executado, o salto rendeu nota de 65,28 à dupla, que somou 375,81 e garantiu vaga no pódio para a dupla.

O Brasil ainda segue na disputa das provas de saltos ornamentais nos Jogos Pan-Americanos nos próximos dias. Neste sábado (3), entram em ação Andressa Mendes e Ingrid Oliveira, da plataforma de 10 metros, e Ian Matos e Luis Felipe Moura, que competirão no trampolim de 3 metros.

Veja também

Sonda conclui a primeira coleta de amostra em um asteroide feita pela Nasa

Sonda conclui a primeira coleta da Nasa de amostra em asteroide

Ministério da Saúde inicia 15ª missão para atender indígenas com Covid-19
Coronavírus

Ministério da Saúde inicia 15ª missão para atender indígenas com Covid-19