Dupla masculina do Brasil fatura ouro no tênis de mesa

Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano derrotaram argentinos e levaram o primeiro ouro do Brasil na modalidade em Lima

Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano conquistam primeiro ouro para o Brasil no tênis de mesaGustavo Tsuboi e Hugo Calderano conquistam primeiro ouro para o Brasil no tênis de mesa - Foto: Divulgação/COB

A dupla formada por Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano conquistou a primeira medalha de ouro no tênis de mesa para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Os brasileiros derrotaram os argentinos Gaston Alto e Horacio Cifuentes por 4 sets a 2 e subiram ao lugar mais alto do pódio. Gustavo Tsuboi também levou a medalha de prata na disputa de duplas mistas ao lado de Bruna Takahashi. Hugo Calderano ainda irá competir na semifinal individual, nesta quarta-feira (7).

Após o jogo, Gustavo Tsuboi elogiou o trabalho da comissão técnica. “É a sétima medalha, tenho quatro de ouro, três de prata, sou tiozão aqui da equipe. É o meu quinto Jogos Pan-Americanos e não tem satisfação melhor do que acabar o dia com a medalha de ouro. Tanto eu, como o Hugo, a gente trabalha muito sério e tem toda uma comissão técnica também por trás que faz um trabalho sério conosco.”

Leia também:
Tênis de mesa do Brasil busca aproveitar embalo de Calderano
Hugo Calderano faz história no Pan de tênis de mesa
Talento do tênis de mesa faz lapidação antes de Parapan

Sexto colocado no ranking mundial de tênis de mesa, Hugo Calderano destacou o desempenho da dupla durante toda a competição. “Nada é garantido, você pode ter ganho todas as medalhas, mas quando a competição começa ninguém tem nada garantido, você sempre tem que jogar. Então o sabor é sempre um pouco diferente e eu acho que a gente também fez por merecer, a gente jogou muito bem a competição inteira e fico muito feliz de trazer essa medalha para o Brasil.”

O jogo
O primeiro set começou bastante equilibrado, mas a partir da metade da disputa os brasileiros foram mais agressivos nas trocas de bola e fecharam em 11 a 6. No segundo set, a dupla brasileira errou muito e permitiu que os argentinos abrissem 9 a 0, mas Tsuboi e Calderano conseguiram buscar o empate em 10 a 10. Apesar da reação, os argentinos levaram o set por 14 a 12.

Na terceira parcial, os argentinos começaram melhores e logo abriram 7 a 4. A dupla brasileira errou bastante e os adversários fecharam o set em 11 a 8. Em desvantagem no placar, os brasileiros voltaram mais concentrados e rapidamente fecharam o quarto set em 11 a 6. No quinto set, o Brasil chegou a abrir 6 a 3, mas permitiu a virada dos argentinos para 9 a 6. A dupla brasileira conseguiu reagir e fechou em 12 a 10.

O sexto set foi equilibrado desde o início, com as duplas se revezando na liderança do placar. Os brasileiros chegaram a ter dois match points a favor, mas os argentinos buscaram o empate em 10 a 10. Após dois erros dos argentinos, a dupla brasileira fechou em 12 a 10.

“Eles são muito bons jogadores, com certeza não foi fácil, nenhum jogo foi fácil, acho que na final eles jogaram muito bem. Felizmente nos momentos decisivos a gente conseguiu manter a cabeça fria e jogar o nosso melhor no final de cada set”, disse Calderano. 

“Nosso jogo é ser agressivo, mas eles estavam defendendo bem as bolas. Acho que quando a gente conseguia finalizar o ponto nesses rallys, acho que foi crucial para desestabilizar eles também, porque é o forte deles”, reforçou Tsuboi. 

Veja também

Semana Nacional do Trânsito 2020: Detran-PE realiza ação em Porto de Galinhas
Trânsito

Semana Nacional do Trânsito 2020: Detran-PE realiza ação em Porto de Galinhas

Acidente na Avenida Boa Viagem deixa feridos neste domingo (20)
Recife

Acidente na Avenida Boa Viagem deixa feridos neste domingo (20)