Educafro pede à PGR representação no TSE contra Jair Bolsonaro

Segundo a petição da ONG, está "comprovada, pela reiteração compulsiva do viés discriminatório de seu pensamento -alvo de recente denúncia formulada pelo Ministério Público Federal junto à Corte Suprema

Jair BolsonaroJair Bolsonaro - Foto: Divulgação

A organização não governamental Educafro pediu à PGR (Procuradoria Geral da República) nesta quinta-feira (30) que faça uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para impedir que o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) volte a "fazer alusões" depreciativas "aos segmentos sociais discriminados", incluindo "negros, indígenas, mulheres e homossexuais".

"Queremos que o candidato pare com esses ataques, exigimos que ele se abstenha de voltar a provocar o povo negro", disse o frei franciscano David dos Santos, diretor-executivo da Educafro, que juntou à petição uma série de declarações dadas por

Bolsonaro a diferentes meios de comunicação desde 2011. Segundo a petição da ONG, está "comprovada, pela reiteração compulsiva do viés discriminatório de seu pensamento -alvo de recente denúncia formulada pelo Ministério Público Federal junto à Corte Suprema- a infringência à regra proibitiva da propaganda plasmada no preconceito racial, conforme o art. 243, I, todos do Código Eleitoral".

Leia também:
Bolsonaro é um 'projetinho de Hitlerzinho tropical', diz Ciro
Cresce a rejeição das mulheres a Jair Bolsonaro, aponta Datafolha

O artigo veda que o candidato "crie, artificialmente, na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais" e que use a propaganda eleitoral "para subverter o regime, a ordem política e social ou de preconceito de raças ou classes". O deputado federal ainda não foi notificado sobre o pedido da ONG.

Veja também

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)

Milhares protestam contra prisão de opositor de Putin na Rússia
Protestos

Milhares protestam contra prisão de opositor de Putin na Rússia