enchentes

Éguas ilhadas há mais de duas semanas são resgatadas por voluntários no Rio Grande do Sul; vídeo

Animais foram avistados em uma área nas proximidades da Ilha da Torotama, em Rio Grande

Com o auxílio de botes e jet skis, um grupo de oito voluntários foi até o local e resgatou os animaisCom o auxílio de botes e jet skis, um grupo de oito voluntários foi até o local e resgatou os animais - Foto: Redes Sociais/Reprodução

Duas éguas que estavam ilhadas há mais de duas semanas, em uma pequena área com terra na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, foram resgatadas por voluntários.

Os animais foram avistados nas proximidades da Ilha da Torotama, a cerca de cinco quilômetros de distância da costa.

O resgate ocorreu no último domingo (19), depois que um helicóptero da Marinha do Brasil identificou as éguas.

Com o auxílio de botes e jet skis, um grupo de oito voluntários foi até o local, perto de um pesqueiro, e amarrou os animais nas embarcações.

Sob chuva e ventos fortes, as éguas foram retiradas da área e conduzidas para um lugar seguro.
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por IPHONE | APPLE WATCH | IPAD | MACBOOK (@rs_phonebroficial)

"Graças a Deus, tudo correu bem e os animais agora estão seguros. A operação foi desafiadora, mas a força e a união da nossa equipe foram fundamentais para superar as dificuldades e proporcionar um final feliz", afirmou Roger Souza, um dos voluntários que participou do resgate.

A cidade de Rio Grande, que é uma das centenas atingidas pelos temporais que afetam o RS, sofre os impactos diretos do elevado nível de água da Lagoa dos Patos.

Estes equinos se somam aos mais de 12,3 mil animais resgatados em meio às fortes chuvas, segundo levantamento realizado pelo Governo do Rio Grande do Sul, divulgado na noite da segunda-feira (20).

No último dia 9, um cavalo, apelidado de Caramelo, que estava ilhado no telhado de uma casa na cidade de Canoas, foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros.

No dia 14, os Bombeiros de São Leopoldo fizeram o resgate de uma égua que estava presa no terceiro andar de um prédio residencial no bairro de Campina.

Veja também

Manifestantes invadem Parlamento e incendeiam prédios públicos durante protesto no Quênia
Quênia

Manifestantes invadem Parlamento e incendeiam prédios públicos durante protesto no Quênia

Autoridade de saúde dos EUA declara violência armada como "crise de saúde pública"
violência

Autoridade de saúde dos EUA declara violência armada como "crise de saúde pública"

Newsletter