Eleição em Caruaru está parecida com a de 1988

Dos eleitores que votaram no delegado Erick Lessa no primeiro turno, em Caruaru, Raquel Lyra herdou 52%

Raul Henry e Paulo Câmara durante convenção estadual do PMDBRaul Henry e Paulo Câmara durante convenção estadual do PMDB - Foto: Josenildo Tenório/Divulgação

Pesquisa realizada pela empresa “6 Sigma”, de Campina Grande (PB), sobre a corrida eleitoral em Caruaru neste segundo turno, por encomenda de um “pool” de emissoras de rádio, constatou empate puro entre os candidatos Tony Gel (PMDB) e Raquel Lyra (PSDB). Se eleição se realizasse hoje, o peemedebista teria 39,9% dos votos e a tucana 39,6%. Este resultado está em sintonia com o de pesquisas para consumo interno encomendadas pelas duas coligações. A capital do Agreste terá este ano uma das eleições mais disputadas de sua história, similar, talvez, a de 1988 quando o então candidato João Lyra Neto, pai de Raquel, derrotou Tony Gel por 82 votos de diferença. A pesquisa da “6 Sigma” constatou também que a candidata do PSDB “herdou” 52% dos eleitores que votaram em Erick Lessa, que foi o terceiro colocado e 78% dos que votaram em Jorge Gomes. Tony Gel herdou 16,7% e 3,8% desses votos, respectivamente.

Dos eleitores que votaram no delegado Erick Lessa no primeiro turno, em Caruaru, Raquel Lyra herdou 52%

Eduardo Campos “inventou” Kalil
O candidato do PHS à prefeitura de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, ultrapassou seu opositor João Leite (PSDB), neste 2º turno da eleição municipal. Se as urnas confirmarem este resultado, Aécio Neves terá sofrido a 2ª derrota consecutiva em seu principal reduto, já que perdeu em MG para Dilma em 2014. Kalil, convém lembrar, foi convidado por Eduardo Campos para disputar o governo de Minas em 2014, mas não topou.

Autonomia > Ângelo Gioia, o novo secretário de Defesa Social de Pernambuco, confessou ontem no Recife aquilo que já se imaginava: antes de aceitar o convite de Paulo Câmara para assumir o comando da pasta, obteve a garantia do governador de que teria “autonomia total” para montar a sua equipe.
Bolsa > O ministro Gilmar Mendes (STF) definiu a bolsa-família como “compra de votos institucionalizada” e o deputado Jarbas Vasconcelos como “o maior programa de compra de votos do mundo”.
Força > Araripina terá duas mulheres na Assembleia Legislativa a partir de fevereiro de 2017: Socorro Pimentel (PSL) e Roberta Arraes (PSB). Esta última vai assumir na condição de suplente.
Pontapé > A visita de Geraldo Alckmin (SP) ao Recife na última 5º feira saiu conforme o figurino. Ele deu mais uma passada para tornar-se conhecido nacionalmente, e fechou o cerco ao PSB local.
Autógrafo > A jornalista Vera Ferraz autografou 480 exemplares do livro que lançou anteontem no Recife sobre a vida do Padre Edwaldo Gomes (Matriz de Casa Forte). Um dos últimos que autografou foi para a também jornalista Jô Mazarollo, que a substituiu na direção de jornalismo da Rede Globo Nordeste.

Multa > O desembargador Bartolomeu Moraes considerou “ilegal” a greve da Polícia Civil e estabeleceu multa de 100 mil/dia para o caso de descumprimento de sua decisão. Porém, não há registro em Pernambuco de sindicato que tenha pagado multa fixada pelo Poder Judiciário.
Por isso, o Sinpol ignorou mais esta.
Eleições > Se Antonio Campos (PSB) tornar-se prefeito de Olinda, contra a vontade de setores do PSB, haverá calmaria no partido. Ele vai montar o secretariado e correr atrás de recursos para tocar a administração. Se, todavia, o eleito for o professor Lupércio (SD), é imprevisível o que ocorrerá no partido. Muitos socialistas serão responsabilizados pela derrota dele, pois lhe faltou apoio no 1º turno e a solidariedade no segundo está sendo a “meio pau”.

Veja também

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020
Mundo

Jornalista mexicano é assassinado na fronteira com os EUA, o sexto em 2020

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea
Universo

Astrônomos detectam planeta errante do porte da Terra vagando pela Via Láctea