Em 40 dias, Pernambuco mobilizou 1.067 leitos para a Covid-19

Resultado é fruto de esforço conjunto da gestão estadual com prefeituras municipais, sobretudo o Recife

Hospital de Referência Covid-19, na Zona Sul do RecifeHospital de Referência Covid-19, na Zona Sul do Recife - Foto: Reprodução/Governo de Pernambuco

Há exatos 40 dias, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, anunciaram o plano de criar mil leitos exclusivos para o enfrentamento da Covid-19, sendo 400 deles de terapia intensiva (UTI) e 600 de enfermaria.

A meta foi atingida e superada nesta segunda-feira (27), quando podem ser contabilizados 1.067 leitos em funcionamento para atender exclusivamente aos pacientes suspeitos e confirmados da doença, dos quais 418 são UTIs e 649 enfermarias. Esses leitos estão espalhados em todas as regiões do Estado, que tem uma média de abertura de 10 vagas de UTI ao dia.

Pela gestão estadual, foram colocados em funcionamento 348 leitos de UTI, distribuídos entre o Hospital de Referência Covid-19 – Boa Viagem (38); Hospital de Referência Covid-19 – Olinda; Hospital Universitário Oswaldo Cruz (43); Hospital Agamenon Magalhães (40); Hospital Correia Picanço (5); Hospital Otávio de Freitas (20); Hospital Dom Helder Câmara – Cabo de Santo Agostinho (16); Hospital Mestre Vitalino – Caruaru (27); Imip (35); Hospital Regional de Palmares (5); Procape (8); Hospital Tricentenário (10); Hospital das Clínicas/UFPE (6); Hospital Armindo Moura – Moreno (10); Cesac Paulista (14); Cesac Prado (7); Hospital São Marcos (10); Hospital Santa Joana (05); Hospital Português (10); e Neurocardio - Petrolina (05).

Apesar do aumento na rede, a demanda de pacientes que necessitam de internação tem crescido e, no momento, há poucas vagas disponíveis de UTI. As unidades que ainda têm condições de receber, segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, são o Hospital de Referência Covid-19 – Boa Viagem (antigo Alfa), no Agamenon Magalhães, no São Marcos e no Neurocardio.

Já os 384 leitos de enfermarias disponibilizados pelo Estado estão distribuídos entre o Hospital de Referência Covid-19 – Boa Viagem (55); Hospital de Referência Covid-19 – Olinda (20); Hospital Universitário Oswaldo Cruz (131); Hospital Dom Helder Câmara – Cabo de Santo Agostinho (16); Hospital Mestre Vitalino – Caruaru (25); Imip (23); Hospital Regional de Palmares (15); Hospital Armindo Moura – Moreno (10); Cesac Paulista (5); Cesac Prado (10); Hospital Inácio de Sá – Salgueiro (09); Hospam – Serra Talhada (13); Hospital Dom Moura – Garanhuns (10); Hospital Emília Câmara – Afogados da Ingazeira (04); Hospital Rui de Barros Correia (8); Hospital Dom Malan – Petrolina (10); UPAE Garanhuns (10); e UPAE Petrolina (10).

Leia também:
Covid-19: número de curas supera o de óbitos em Pernambuco
Pernambuco registra 460 novos infectados e 35 mortes pela Covid-19 em 24h
Central estadual de regulação de leitos muda sede e dobra capacidade de atendimento


"O dinamismo da doença fez com que novas necessidades surgissem, e o nosso compromisso é ampliar ainda mais esses leitos para atender às necessidades da população pernambucana, não apenas da Capital, mas também do Interior", destacou Longo. Para esta semana, ele estima que mais 80 leitos serão abertos sob gestão estadual.

Entretanto, destacou a importância de a população seguir o distanciamento social a fim de evitar um aumento acelerado do número de casos. Longo ressaltou que se todos adoecerem ao mesmo tempo, o sistema de saúde não terá como dar conta da demanda.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Reverendo afirma que fala sugerindo conversa com Bolsonaro era 'bravata'
CPI da Covid

Reverendo afirma que fala sugerindo conversa com Bolsonaro era 'bravata'

EUA destaca seu papel na vacinação mundial anticovid em meio ao aumento da variante Delta
Coronavírus

EUA destaca seu papel na vacinação mundial anticovid em meio ao aumento da variante Delta