[Em apuração] Zollverein, a mina que virou patrimônio da Unesco

Programação é curiosa para crianças e adultos e merece um dia inteiro de viagem. Estações do ano interferem no funcionamento do espaço.

No ano em que as minas de carvão encerram suas atividades na Alemanha, 2018, os olhares se voltam para Zollverein, que se vende como “a mina de carvão mais bonita do mundo”. A ver. A antiga mina fica na cidade Essen, estado de Renânia do Norte-Vestfália e é uma síntese da era do carvão e do aço, marcada por guerras e profundas transformações do mundo. Foi tombada pela Unesco em 2001 e transformada em complexo de lazer, educação, artes e ciência que tem também escritórios e startups.

Zollverein era a maior da mina Europa: ocupa cem hectares - o equivalente a cem campos de futebol - , um pouco maior do que todo o centro da cidade de Essen, e produzia 23 mil toneladas de carvão por dia. A planta central ficou pronta em 1932 e é considerada uma obra de arte por aplicar os conceitos de design modernista na arquitetura em um completo contexto industrial. Em 1986, quando encerrou as atividades, a mina de Zollverein era a última de 290 da região de Essen, que já foi a maior cidade mineradora da Europa. E tomou imediatamente medidas protetivas para evitar demolição.

"Glück Auf"
O local recebe 1,5 milhões de visitantes por ano e virou a principal atração turística da região. O Museu de Ruhr - empreendimento principal da área - ocupa três andares de um prédio grandioso e usa recursos multimídia, espaços preservados integralmente e guias bem treinados para mostrar o método de produção e contar, sem esconder o jogo, as agruras de quem trabalhou no local. A expressão “Glück Auf” (algo como “boa sorte no retorno à superfície”), inscrita em toda parte, lembra que o índice de mortalidade e números de acidentes eram altos, além das doenças causadas pela inalação dos vapores e fumaça.

O complexo inclui também, desde 1996, o sofisticado restaurante Casino Zollverein (não perca!) instalado na antiga sala do compressor, um espaço de aspecto industrial, com pé direito alto, cimento à vista e tubulações e equipamentos industriais à mostra, mas burilados por um belo trabalho de arquitetura. E ainda ateliês de artistas, lojas de souvenirs, pista de patinação no gelo e piscina, além de uma incubadora de novos negócios e já tem escritórios abertos. No campo das artes, recebe espetáculos de dança, performance, teatro e belas artes.

A programação é curiosa para crianças e adultos e merece um dia inteiro de viagem. Importante: verifique no site os detalhes sobre horários e programações. As estações do ano interferem no funcionamento do espaço.

Veja também

Governo Bolsonaro ignorou alertas sobre a falta de oxigênio em Manaus
Pandemia

Governo Bolsonaro ignorou alertas sobre a falta de oxigênio em Manaus

Vacinação pode começar com Coronavac, imunizante que Bolsonaro afirmava que não compraria
Brasil

Vacinação pode começar com Coronavac, imunizante que Bolsonaro afirmava que não compraria