Coronavírus

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal

O não cumprimento da medida pode render multa de até 500 euros. Inicialmente, a decisão tem validade de 70 dias

Cidade de Porto, em PortugalCidade de Porto, em Portugal - Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP

O uso obrigatório de máscaras nas ruas de Portugal começou a valer nesta quarta-feira (28), dia em que o país bateu um novo recorde diário de novos casos de Covid-19, com 3.960 infectados confirmados.

A medida é válida para os momentos em que não for possível fazer distanciamento físico. A proteção facial passa a ser exigida para pessoas a partir dos 10 anos, com algumas exceções, como portadores de problemas de saúde incompatíveis com o uso de máscara.

O não cumprimento da medida pode render multa de até 500 euros (cerca de R$ 3.350). Inicialmente, a decisão tem validade de 70 dias.

O primeiro-ministro, o socialista António Costa, convocou uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros para o próximo sábado (31). O governo não descarta decretar novas restrições de mobilidade no país.

Outros países europeus, como a França e a Espanha, adotaram a estratégia de toques de recolher noturnos. O objetivo é manter a economia em funcionamento, mas evitando situações de confraternização entre a população.

A Comissão da Proteção Civil do Porto anunciou que vai pedir que o governo português decrete um toque de recolher obrigatório no distrito.

Nas últimas semanas, em meio ao aumento significativos de caso em toda a Europa, Portugal já vinha endurecendo as medidas de restrição de circulação e de reunião de pessoas.

Atualmente, o país só permite, em situações de confraternização, grupos de até 5 pessoas.

Para reduzir a circulação no próximo fim de semana, quando se celebra os dias de Todos os Santos e de finados, tradicional período de viagens e visitas a cemitérios, as autoridades portuguesas proibiram que os cidadãos saiam das cidades em que residem.

Desde o início da pandemia, Portugal registrou 128.392 casos do SARS-CoV-2, com 2.394 mortes.

Veja também

Covid-19: Pfizer inicia pedido de registro para vacina na Anvisa
vacina

Covid-19: Pfizer inicia pedido de registro para vacina na Anvisa

Com mais de 170 mil mortos, Brasil registra novos 654 casos fatais nas últimas 24h
BOLETIM

Com mais de 170 mil mortos, Brasil registra novos 654 casos fatais nas últimas 24h