Em fiscalização, Procon encontra bancos funcionando de forma precária

Ações começaram nas cidades de Amaraji e Goiana, na manhã desta segunda (13)

Procon Pernambuco faz fiscalização em agências bancáras atingidas por ações criminosasProcon Pernambuco faz fiscalização em agências bancáras atingidas por ações criminosas - Foto: Anderson Pereira/ Procon PE

As cidades de Amaraji, Zona da Mata Sul, e Goiana, na Mata Norte, receberam na manhã desta segunda (13), a fiscalização do Procon Pernambuco. Os fiscais averiguaram que as agências bancárias, alvos de ações criminosas nos últimos meses, ainda funcionam de forma precária.

Nos dois municípios, as agências são do Banco do Brasil, e estão executando apenas serviços burocráticos, como mudança de senhas e entrega de cartões. Saques e pagamentos continuam interrompidos.

O Procon instituiu, na última terça-feira (7), uma medida cautelar contra os bancos que foram alvos de criminosos e ainda não apresentaram celeridade na reabertura das agências e postos danificados em Pernambuco.

Quatro equipes de fiscalização do Procon/PE estão atuando nas vistorias nas agências bancárias. Lotéricas e agências dos Correios também estão sendo fiscalizadas a fim de constatar a transferência ou não dos serviços e a qualidade com que vêm sendo prestados à população.

Nesta semana, os grupos deverão inspecionar as agências das cidades de Abreu e Lima, São Vicente Férrer, Ipojuca, Sirinhaém, Barreiros, Betânia, Capoeiras, Glória do Goitá, Lajedo, Terra Nova e Verdejantes. Todas as instituições financeiras foram chamadas para uma audiência que será realizada no próximo dia 17/02, às 10h, na sede do Procon/PE.

Veja também

Brasil contabiliza quase 43 mil novos casos de Covid-19
Coronavírus

Brasil contabiliza quase 43 mil novos casos de Covid-19

Preso oficial da reserva da PM suspeito de envolvimento em crimes contra caixas eletrônicos

Preso oficial da reserva da PM suspeito de envolvimento em crimes contra caixas eletrônicos