Em lei sancionada, Governo determina fim do prazo de validade dos créditos do VEM

A Lei 16.861/20 determina que os créditos adquiridos pelos usuários não expirarão após o prazo de 180 dias

Cartão VEMCartão VEM - Foto: Divulgação / Seduh

Um dia após a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovar, por votação unânime e remota, o fim da caducidade dos créditos eletrônicos do cartão VEM, o governador Paulo Câmara sancionou o texto de autoria do Executivo.

A Lei 16.861/20 determina que os créditos adquiridos pelos usuários não expirarão após o prazo de 180 dias. O debate sobre o fim da caducidade dos créditos foi iniciado nas reuniões ordinárias do Conselho Superior de Transportes Metropolitano (CSTM) e teve rápida tramitação.

"Ficamos satisfeitos com a rápida aprovação pela Alepe e com a imediata sanção do governador. Essa decisão é um alento em um momento tão difícil como esse. Com isso, ampliamos o direito ao acesso dos usuários e estimulamos ainda mais o uso do bilhete eletrônico, que nos ajuda na gestão do sistema", afirmou Marcelo Bruto, secretário de Desenvolvimento Urbano de Pernambuco.

Leia também:
Governo de Pernambuco decreta quarentena em Fernando de Noronha
Frota de ônibus no Grande Recife fica reduzida à quase metade a partir desta sexta


Pelo novo texto, os créditos vigentes e oriundos de vendas antecipadas de bilhetes do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR), sejam eles do VEM Estudante, VEM Comum, VEM Trabalhador ou qualquer outro tipo de vale existente ou a ser criado, serão utilizados pelos usuários a qualquer tempo.

Veja também

Nova companhia aérea começa a operar em Pernambuco

Nova companhia aérea começa a operar em Pernambuco

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci
Pandemia

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci