Em protesto, rodoviários dissidentes param de circular no Centro do Recife; veja vídeo

Grupo estacionou alguns ônibus na altura do edifício-sede dos Correios, no cruzamento da avenida Guararapes com a rua do Sol

Protesto de rodoviários dissidentes no Centro do RecifeProtesto de rodoviários dissidentes no Centro do Recife - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Em protesto contra a precarização do sistema, rodoviários dissidentes paralisaram as atividades na manhã desta quinta-feira (12) no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife. Os motoristas, que são ligados a um grupo que faz oposição ao Sindicato dos Rodoviários do Recife e Região Metropolitana (Sttrepe), estacionaram alguns coletivos na altura do edifício-sede dos Correios, no cruzamento da avenida Guararapes com a rua do Sol. Os profissionais começaram a dispersar a paralisação por volta das 12h. Eles devem seguir para a audiência de negociação com a classe patronal, que acontecerá às 15h, no prédio da Secretaria das Cidades.

Apesar das rodadas de negociação entre o sindicato e a Urbana-PE, os manifestantes são contrários às propostas apresentadas. O grupo distribuiu panfletos à população informando o seu posicionamento. A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) foi acionada às 8h11 e enviou orientadores e agentes ao ponto da paralisação para orientar o tráfego.

Leia também:
Rodoviários fazem paralisação de advertência e travam trânsito no Centro do Recife
Sindicato dos Rodoviários desmente boato de greve da categoria


A Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco divulgou um manifesto para prestar solidariedade à categoria e aos seus anseios. O Sttrepe chegou a emitir nota na quarta-feira (11) negando boatos que circulavam alertando para uma paralisação nesta quinta.

Passageiros precisaram descer dos ônibus e seguir a pé e o trânsito na área ficou bastante lento. Assista ao vídeo:



   Novos pontos de bloqueio

Por volta das 11h, os rodoviários dissidentes montaram novos pontos de bloqueio nos terminais de integração do Barro e da Macaxeira, na Zona Oeste do Recife, e no entorno do Shopping Tacaruna, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. No início da avenida Cruz Cabugá, na altura do centro de compras, os coletivos deixavam os passageiros e retornavam sem circular no Centro do Recife. 

Passageiros descem dos ônibus e seguem a pé na altura do Shopping Tacaruna

Passageiros descem dos ônibus e seguem a pé na altura do Shopping Tacaruna - Crédito: Henrique Genecy/Folha de Pernambuco


 

Veja também

EUA destacam 'metas promissoras' de Bolsonaro para proteção ambiental
Diplomacia

EUA destacam 'metas promissoras' de Bolsonaro para proteção ambiental

STF inicia julgamento sobre validade de acordos coletivos de trabalho
Justiça

STF inicia julgamento sobre validade de acordos coletivos de trabalho