Em reunião com prefeitos, Paulo Câmara reforça o trabalho no combate à Covid-19

O governador Paulo Câmara se reuniu em videoconferência com prefeitos da Zona da Mata, Agreste, Sertão e RMR

Paulo CamaraPaulo Camara - Foto: Foto: Aluísio Moreira /SEI

Acompanhar a evolução do novo coronavírus em todo Estado e orientar sobre as ações do Governo de Pernambuco tem sido tarefa feita à distância, por conta da pandemia. Nesta terça-feira (12), o governador Paulo Câmara se reuniu com prefeitos de quase 150 municípios para detalhar protocolos e ações tomadas no combate ao coronavírus. O encontro foi acompanhado pelos secretários da Casa Civil, José Neto; Fazenda, Décio Padilha; e da Saúde, André Longo.

Gestores da Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão foram orientados sobre a importância de manter uma infraestrutura que garanta a rapidez no atendimento aos pacientes com Covid-19. Nos últimos dois meses Pernambuco abriu 532 novos leitos de UTIs e 616 novos leitos de enfermaria, contratou cinco mil profissionais da área de saúde e aumentou a capacidade de testagem para o coronavírus, passando de 200 para sete mil exames semanais. O investimento na aquisição de Equipamentos de proteção Individual (EPIs) mostra a preocupação com a população e com os profissionais de saúde – médicos, enfermeiros e pessoal de apoio. Foram comprados mais de 15 milhões de EPIs, destinados a abastecer o sistema público de saúde.

Leia também: 
Maioria dos governadores manterá academias e salões fechados
Senado vota hoje. Paulo Câmara vê NE como "mais prejudicado"

“Nós estamos passando pelos momentos mais difíceis de nossas vidas. O isolamento social é responsabilidade de todos. Precisamos nos unir nesse esforço, Estados e prefeituras, com o objetivo de avançar para reduzir a capacidade de disseminação do vírus”, disse o governador.

O uso dos hospitais de campanha, montados para atendimento aos casos de infectados pelo novo coronavírus também foram debatidos. Em Caruaru, no terreno localizado ao lado do Hospital Mestre Vitalino, serão instalados 104 leitos, sendo 76 de enfermaria, 26 semi-intensivos e dois de estabilização. A unidade de Serra Talhada, na área do Hospital Governador Eduardo Campos, terá 95 leitos (72 de enfermaria, 22 semi-intensivos e um leito para estabilização). O Hospital de Campanha Petrolina, no terreno do Hospital Universitário da Univasf, terá capacidade para 102 leitos (74 de enfermaria, 26 de tratamento semi-intensivo e duas vagas para estabilização).

O interior do Estado já conta com outras estruturas hospitalares, com 139 enfermarias e 78 UTIs já em funcionamento em Caruaru, Garanhuns, Araripina, Salgueiro, Serra Talhada, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Limoeiro, Palmares e Petrolina. 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

No Recife, mais de 50% da população adulta recebeu ao menos uma dose de vacina contra a Covid-19
Vacina

No Recife, mais de 50% da população adulta recebeu ao menos uma dose de vacina contra a Covid-19

Vacina cubana Abdala contra Covid-19 tem eficácia de 92%
VACINA Abdala

Vacina cubana Abdala contra Covid-19 tem eficácia de 92%