Em ritmo de festa, garis fazem limpeza das ladeiras de Olinda

A expectativa da administração municipal é de recolher cerca de 100 toneladas de lixo por dia durante o período de Carnaval

Lavagem das ladeiras de Olinda para o CarnavalLavagem das ladeiras de Olinda para o Carnaval - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Cerca de 80 garis participam da tradicional lavagem das ladeiras do Sítio Histórico de Olinda para a abertura do Carnaval na cidade-patrimônio na manhã desta quinta-feira (8). Com atraso e sem frevo, a saída aconteceu com uma animada varrição, por volta das 7h30, em frente ao Mercado da Ribeira. 

O atraso na chegada da orquestra não diminuiu a alegria dos garis, que entoavam frevos enquanto varriam as ruas. A orquestra chegou por volta das 8h, dando ainda mais ritmo a limpeza. A ação usará cerca de 20 mil litros de água e 120 litros de odorizante de eucalipto. 

O grupo seguirá até a praça Monsenhor Fabrício, em frente à sede da Prefeitura da cidade. A expectativa da administração municipal é de recolher cerca de 100 toneladas de lixo por dia durante o período de Carnaval.

Leia também:
Começa oficialmente o tríduo momesco de Olinda
Carnaval de Olinda terá 13 polos com mais de 130 atrações


O secretário-executivo de serviços públicos do município, Marconni Madruga, afirma que esta é uma mostra de como será a limpeza na cidade durante a Folia de Momo. "Vamos utilizar durante o período 200 garis fazendo o recolhimento de todo o lixo da cidade. Após o recolhimento vamos entrar com essa lavagem nas ruas do Sítio Histórico. Serão utilizados em torno de 100 mil litros de água, através de seis carros-pipa", explicou.

De acordo com o secretário-executivo, a limpeza acontecerá entre 3h e 9h para garantir que o folião chegue com a cidade limpa no início do dia. Segundo o secretário, em cada dia serão usados cerca de mil litros de odorizantes. "Teremos ainda 30 veículos recolhendo o lixo e 150 catadores coletando os resíduos recicláveis", completou.

Em relação ao combate ao foliões que urinam na rua, Madruga afirmou que serão 400 banheiros químicos espalhados na cidade. "Ano passado usamos 320 e este ano aumentamos em 80 banheiros para dar mais conforto ao folião, para que ele não fique usando as vias públicas para fazer suas necessidades", disse. Estes banheiros serão limpos três vezes por dia.

O gari Edson da Silva Celestino, de 32 anos, participa pela primeira vez da lavagem. "Para mim está sendo bom. Este ano é o primeiro que estou trabalhando aqui no Carnaval de Olinda e lavando a ladeira. A turma gosta de brincar o Carnaval e nosso trabalho é deixar a cidade limpa. Esperamos que as pessoas coloquem o lixo no lixo. Olinda via ficar limpa e bonita para os foliões e turistas que vêm para cá", contou animado.

Para o também gari Marcos Ramos, de 51 anos, o mais importante é brincar com alegria. "Trabalhar e se divertir é bom demais. Não temos tanta dificuldade pois é um trabalho de equipe. Somos pernambucanos e é bom estar aqui trabalhando e dançando", disse.

Madruga pede para que a população contribua com a limpeza das ruas e não jogue lixo fora da lixeira. "Teremos 10 lixeiras de mil litros espalhadas em pontos estratégicos. Vamos ter mais três caixas grandes de cinco metros cúbicos", finalizou.

Veja também

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto
Coronavírus

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto

Após reunião com Mourão, fundo nórdico diz que falta plano sobre desmatamento
Meio Ambiente

Após reunião com Mourão, fundo nórdico diz que falta plano sobre desmatamento