Em telhado, ONG faz horta comunitária no Centro do Recife

Telhado verde no bairro de São José abastece a mesa de quase 1,5 famílias

Horta comunitária em telhado no CentroHorta comunitária em telhado no Centro - Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Uma proposta diferente de telhado verde. É bem ali, no coração do Recife, que a ONG Comunidade Pequenos Profetas (CPP), com sede no bairro São José, inovou com a criação de um telhado de hortas orgânicas só para atender comunidades do entorno. São espécies folhosas como alface mimosa roxa, rúcula, couve, manjericão toscano que saem frescos, diretamente para a mesa de aproximadamente 1,5 mil famílias. Todas cultivadas de forma orgânica, sem agrotóxicos. A ideia é que o telhado, de 400 metros quadrados, funcione como uma oficina de conhecimento autossustentável, onde os jovens atendidos pela ONG e seus familiares tenham orientações sobre cultivo orgânico de hortaliças e cuidados com o meio ambiente, além de estimulá-los a terem a suas próprias hortas em casa.

A artesã Edjane Nicácio, de 38 anos, é uma das beneficiadas com o projeto instalado na sede da ONG - um imóvel terreo localizado na avenida Sul. Na ONG há dois anos, ela reconhece a importância da iniciativa. "O Recife está carente de iniciativas assim. E, para a gente, só vem a somar. Poderemos ter comida saudável e fresca para o nosso prato. Além de replicar essa ideia verde para a nossa comunidade", declara. A dona de casa Paula Ferreira, 34, faz coro à colega: "Não é apenas uma horta. É uma ferramenta para estimular a mudança de hábitos e que ainda vai nos auxiliar sobre as formas de cultivo, preparo do solo, como retirar a hortaliça da terra, além de nos ensinar a fazer pratos com o que iremos colher", reforça.



O desejo de criar o projeto veio após o gestor da ONG, Demetrius Demetrio, querer por fim às invasões ao lugar. Era pelo telhado que vândalos tinham acesso ao interior do espaço. "Então, eu tive esse 'insight' positivo de reverter a situação aproveitando o telhado para realizar atividades construtivas. Daí, pensei: 'Poxa, há tantos telhados verdes fora do Brasil, por que não fazer um em cima da ONG, mas só de hortaliças?'.Trabalhamos seis meses até concluir, e olha aí, está dando certo", comemora Demetrius. A estrutura do telhado conta com tecnologia japonesa e sistema de irrigação automática, estimulado por painéis de energia solar que serão instalados no ambiente. Ao todo, serão 47 painéis fotovotáicos.

A horta também veio complementar algumas das atividades já oferecidas pela ONG há quase duas décadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social de comunidades do entorno, como Coelhos, Coque e Pilar. Lá, os moradores - crianças e mães - realizam oficinas de gastronomia, artesanato, pintura etc.

Arquibancada

Tecnicamente, a horta do telhado autossustentável está montada numa estrutura de madeira certificada, distribuída em 19 canteiros. O modo como os canteiros estão organizados, em fileiras paralelas e em degraus como uma arquibancada, formam corredores que facilitam a circulação dos cultivadores e visitantes. O tempo de cultivo e colheita varia de acordo com cada espécie, indo de 60 a 120 dias. O sistema de irrigação da horta é feito por gotejamento automático. Além dos canteiros de cultivo, o espaço também conta com um berçário protegido por uma tela especial para cultivo - nesse ambiente, as sementes são germinadas e recebem cuidados especiais até atingirem uma maturidade suficiente para serem cultivadas na horta.

A ideia da horta agradou o cozinheiro da ONG, o jovem João Eufrosino, de 15 anos. É ele que há dois anos monta os pratos que aprendeu por meio de cursos dados na própria ONG. E engana-se quem pensa que João não sabe dar uma lição na cozinha: ele faz desde uma salada básica, com muitas folhas verdes, a arroz de polvo. "Eu faço de tudo. O que me der eu desenrolo. Essa horta só vai ampliar o leque de temperos. E olha que o pessoal gosta muito da minha comida", fala. O amor de João pela cozinha até lhe rende o sonho de ser um futuro chef. "Vou estudar bastante para ter o meu próprio restaurante. Sinto prazer em cozinhar para as pessoas", almeja.

Veja também

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção
Aborto

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção

Suspeito de matar ator de 'Chiquititas' e os pais dele fez documento falso no Paraná, diz polícia
Crime

Suspeito de matar ator de 'Chiquititas' e os pais dele fez documento falso no Paraná, diz polícia