Em um ano, população diminui em 28 municípios de Pernambuco

Cidade que teve a maior queda populacional foi Cumaru, no Agreste, com redução de 6,27%

Cidade de Cumaru, a 110 km da capital pernambucana, foi a que mais perdeu habitantesCidade de Cumaru, a 110 km da capital pernambucana, foi a que mais perdeu habitantes - Foto: Reprodução/Google Street View

O número de habitantes de 28 municípios pernambucanos diminuiu em relação ao ano passado segundo levantamento populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Metade dessas cidades está no Agreste, que foi a região do Estado que mais perdeu habitantes - 14 dos seus 71 municípios apresentam números negativos de crescimento. Na prática, isso significa a perda de 1.420 habitantes. A Grande Recife foi a única região que não apresentou crescimento negativo.

A cidade que teve a maior queda foi Cumaru, localizada no Agreste Setentrional, a 110 km da capital pernambucana, com redução de 6,27%. Segundo o IBGE, em 2016, Cumaru tinha 12.332 moradores e esse número caiu para 11.559 pessoas neste ano. Em 2010, ano do último Censo Demográfico, o município possuía 17.183 pessoas. De lá para cá, perdeu 5.624 habitantes. Ocupando o segundo e o terceiro lugares, respectivamente, estão as cidades de Timbaúba, na Mata Norte, e Sairé, no Agreste. 

Leia também
IBGE: 1.378 municípios do Brasil apresentam redução de população entre 2016 e 2017


A nível estadual, Pernambuco, que tem 185 municípios, sofreu perdas populacionais em 15% das suas cidades de um ano para o outro - uma diminuição real de 2.041 habitantes. O grupo de municípios com até 20 mil habitantes foi o que apresentou a maior proporção de queda - eles são 18 das 28 cidades.

No Sertão, nove cidades tiveram o índice negativo. Dessas, a maior parte (6) fica na microrregião do Sertão do Pajeú, que possui 17 municípios no total. Já na Zona da Mata, o número de habitantes diminuiu em cinco das 43 cidades e quatro delas estão localizadas na Mata Sul (veja lista abaixo). A Região Metropolitana do Recife (RMR) foi a única área que não apresentou crescimento negativo. Pelo contrário, desde 2010 até este ano, a população do Recife cresceu em 95.993 habitantes.

Segundo o IBGE, esses índices refletem que a população está se reorganizando dentro do território e há uma tendência que pessoas que moram em cidades pequenas se desloquem para os municípios maiores, procurando melhores condições de vida.

Os dados da estimativa populacional são calculados através da Taxa de Crescimento Geométrico (TCG), obtido a partir da Projeção de população dos estados. Para a fórmula, o IBGE leva em conta as taxas de fecundidade, mortalidade e migração. Esses números são acrescidos da tendência de crescimento populacional, verificada pelos censos demográficos - feitos a cada 10 anos.

Veja também

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano
EUA

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia
EUA

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia