Em viagem pela liberdade, grupo de jovens europeus estaciona no Recife

Grupo de jovens europeus percorreu 14 mil quilômetros de carro pelas Américas e estacionou no Recife por se apaixonar pela boemia local

Grupo 2thefreedom viaja de carro pelo BrasilGrupo 2thefreedom viaja de carro pelo Brasil - Foto: Gustavo Glória/Folha de Pernambuco

O Recife é a mais recente parada de um grupo de jovens europeus que já fez um trajeto de cerca de 14 mil quilômetros de carro pelas Américas. O nome da jornada, batizada de 2thefreedom (“Para a liberdade”) nas redes sociais e em adesivos colados ao veículo, também faz referência à dupla de rapazes que a iniciou, ainda no estado norte-americano da Virgínia. Hoje os viajantes já são cinco: três homens e duas mulheres. Largaram empregos na área de advocacia, comunicações e na empresa da família de um deles para conhecer o mundo.

O quinteto, que previa ficar na Capital pernambucana só até o próximo domingo, gostou tanto do clima boêmio e carnavalesco da rua da Moeda, onde ficou hospedado, que não descarta estender a permanência até o auge da festa de Momo, no início de fevereiro. A disputa pela preferência ocorre com Rio de Janeiro e Salvador, cidades já visitadas pelos turistas nas últimas semanas.

Nas primeiras das 130 fotos postadas no instagram.com/2thefreedom, o turco Kaancan Mollaahmetoglu, 26 anos, e o companheiro de viagem Kaan Hantal, 29, surgem em praias paradisíacas do México, entre junho e setembro de 2017. Na Nicarágua, acamparam aos pés do Vulcão Cerro Negro. Ainda passaram por Panamá, Colômbia, Equador e Peru. Os demais participantes foram se integrando depois, como o também turco Batu Ozer, 24, e as jovens Yagmur Gunduz, 23 (Turquia), e Sofie Nissen, 21 (Dinamarca). Após o Réveillon no Rio, com direito à contemplação da queima de fogos em Copacabana, o grupo visitou pontos turísticos como a Praia Porto da Barra, em Salvador, antes de chegar a Pernambuco, onde estão hospedados no Mangue Oranje Hostel, no Bairro. 

“Visitamos o Rio de Janeiro, outras cidades, mas o Brasil é aqui [no Recife]. Tem gente dançando, se divertindo, aproveitando a rua. As pessoas estão nas ruas aqui. Está sendo ótimo”, afirma o turco Kaancan, enquanto parte do grupo registra o dia com uma filmadora GoPro. Mesmo numa rua da Moeda que tem como rotina receber estrangeiros, esses turistas têm chamado atenção de comerciantes e flanelinhas que atuam na localidade, a começar pelo carro usado na jornada.

Grupo 2thefreedom aproveita praia de Ipanema

Grupo 2thefreedom aproveita praia de Ipanema - Foto: Reprodução/Instagram

O Ford Explorer Sport duas portas, modelo 1996 e com placas da Virgínia, não é nada discreto. Tem até uma plataforma sobre o teto usada pelos viajantes para acomodar uma cadeira de praia frequentemente usada para as poses nas fotos. Uma palha de coqueiro confere a lembrança nordestina à lataria do veículo, que tem adesivos que remetem a alguns dos 12 países já visitados.

Como a viagem está sendo paga? Com o obtido com a venda de dois carros próprios em Istambul, na Turquia, garantem os turistas. O grupo tem esperança de conseguir colaboração financeira por meio das imagens publicadas nas redes sociais. De todo modo, a viagem já tem previsão de pausa. Após o Carnaval, os europeus querem seguir até a praia de Jericoacoara, no Ceará, e cruzar o País de carro até Foz do Iguaçu, no Paraná, conta Yagmur. Em seguida, parte deve voltar à Turquia.

Engana-se, porém, quem pensa que os turcos e a dinamarquesa pretendem parar por aí. O próximo projeto é desbravar a Ásia num veículo maior. “O coração é que guia a gente para os lugares que escolhemos em cada parada. A gente faz isso porque quer encontrar o melhor lugar do mundo”, resume Kaan.

Mulheres do grupo 2thefreedom em passagem por Salvador

Mulheres do grupo 2thefreedom em passagem por Salvador - Foto: Reprodução/Instagram

 

Veja também

Carnaval em Pernambuco depende do cenário da ômicronCovid-19

Carnaval em Pernambuco depende do cenário da ômicron

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco desta sexta-feira (3)IMPRESSO

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco desta sexta-feira (3)