Embaixada recomenda que italianos que estão no Brasil retornem imediatamente

A Itália é um das nações mais atingidas do planeta pela pandemia de coronavírus, com 156.363 casos confirmados e 19.899 mortes

Itália foi bastante afetada pelo novo coronavírusItália foi bastante afetada pelo novo coronavírus - Foto: Andreas SOLARO / AFP

O governo italiano recomendou que os cidadãos do país que estejam em viagem ao Brasil retornem o mais rapidamente possível para a Itália. O anúncio foi feito neste sábado (11) através de uma nota divulgada pela embaixada do país em Brasília. O texto diz que a medida se aplica apenas aos cidadãos que têm residência fixa na Itália, mas que estão atualmente no Brasil -ou seja, ela não inclui italianos que moram no Brasil.

A embaixada recomenda também que quem quiser retornar ao país deve pegar um voo do Brasil para a França ou para a Alemanha e de lá ir para a Itália, já que atualmente não há nenhum voo direto entre o Brasil e a Itália.

A nota afirma ainda que quem retornar deverá ainda avisar as autoridades sanitárias italianas e terá que ficar em quarentena domiciliar por 14 dias após a chegada. Outros países, incluindo a Alemanha e os Estados Unidos, já tinham feito recomendações semelhantes para seus cidadãos também deixarem o Brasil. A Itália é um das nações mais atingidas do planeta pela pandemia de coronavírus, com 156.363 casos confirmados e 19.899 mortes.

Leia também:
Brasil tem 99 novas mortes por coronavírus; total é de 1.223
Itália tem 431 novas mortes por coronavírus, o número mais baixo em três semanas

Veja também

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantidoPandemia

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz UnicefSaúde global

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz Unicef