Embaixador da China conversa com Mandetta e fala em reforçar cooperação com Brasil

Nos últimos dias, a China foi alvo de ataques por parte do ministro da Educação, Abraham Weintraub

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta  - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, publicou em uma rede social que conversou com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, por telefone, nesta terça-feira (7).

"Coincidimos em reforçar a cooperação bilateral, especialmente entre os dois ministérios da Saúde, para compartilhar experiências no combate à Covid-19, em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global", escreveu Yang.

Leia também:
Weintraub diz que pode pedir perdão por 'imbecilidade' se a China fornecer respiradores
Quarentena chega ao fim em Wuhan, mas normalidade está longe de voltar


Nos últimos dias, a China foi alvo de ataques por parte do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que fizeram postagens em redes sociais acusando o país asiático de ser responsável pela epidemia de coronavírus e de obter vantagens com a crise.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Banhista é atacado por tubarão na praia de Piedade; segunda vítima em menos de um mês
Ataque

Banhista é atacado por tubarão na praia de Piedade; segunda vítima em menos de um mês

Recife tem 70% da população adulta vacinada contra Covid-19 com ao menos uma dose
Saúde

Recife tem 70% da população adulta vacinada contra Covid-19 com ao menos uma dose